Gente Famosa

Luciano Szafir diz que ficou com várias sequelas após Covid-19

Metrópoles | 18/08/21 - 15h00 - Atualizado em 18/08/21 - 15h03
Reprodução

Luciano Szafir revelou que ficou com várias sequelas após ser reinfectado pela Covid-19 em junho deste ano. Aos 52 anos de idade, o ator pela internação ao sentir os primeiros sintomas. Durante a internação, chegou a fazer uma cirurgia de emergência no intestino e ser submetido à intubação. Mesmo depois de sair do hospital, ele segue lutando contra as marcas que a doença deixou – no corpo e na mente.

“Memória falha, fraqueza, respiração. Ainda me canso com facilidade. Coisas comuns como banho, por exemplo, tenho certa dificuldade. É sentado. As noites também não são mais as mesmas. Fiquei mais medroso. Tenho medo das consequências pós-covid, que é tão perigoso quanto a doença. É uma insegurança constante”, disse Szafir em entrevista ao jornal O Dia.

Desde que saiu do hospital, o ator tem conciliado sessões de fisioterapia com o psicólogo. Ele ainda terá que fazer outra cirurgia, de reconstrução do intestino. “Segundo o médico, é comum entre os pacientes que passaram pelo que passei, um desequilíbrio emocional. Estou fazendo de maneira preventiva. Se o médico manda, eu faço”, brincou.

Na entrevista, Szafir ainda lembrou o que sentiu ao saber que seria intubado. “Eu já estava para ter alta, tudo certo e, de repente, tudo desmoronou. Passa muita coisa pela cabeça. Me agarrei muito à fé e queria ter pensamentos apenas positivos, mas foi um momento muito angustiante. Não foi fácil”, contou.

O modelo revelou que seu maior medo era o de não rever a esposa Luhanna Melloni e os filhos — Sasha, da união com Xuxa; e David e Miakel, filhos com a atual mulher. “Lembro que quando cheguei em casa, vi meus dois filhos brincando e fiquei ali, admirando e agradecendo pela chance de estar ali com eles. Ainda estava muito debilitado, mas, mesmo assim, com toda a dificuldade do momento, estava muito grato de sair do hospital com vida e voltar ao convívio da minha família”.

Para Szafir, fica a lição de que “a vida é frágil demais”. “De que a vida é frágil demais para desperdiçar com bobagens. Que a simples rotina é uma bênção. Depois de tudo que passei, fiquei mais medroso. Não vou descuidar da saúde. Aprendi a valorizar cada detalhe da minha vida”.