Gente Famosa

Mãe de Paulo Gustavo desabafa sobre primeiro aniversário sem o filho: “Difícil”

Metrópoles | 17/09/21 - 15h19 - Atualizado em 17/09/21 - 15h24
Reprodução / TV Globo

Ana Maria Braga tomou um café da manhã especial com Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, que está fazendo 74 anos nesta sexta-feira (17/9). É o primeiro aniversário dela sem a presença do filho, que faleceu no dia 4 de maio, vítima de complicações da Covid-19. “Difícil, né? Tenho muitos amigos querendo vir aqui em casa, mas não dá pra comemorar. Vou almoçar com meu genro, o Thales, e as crianças vêm aqui. Vai ser só isso hoje, não tem como comemorar nada”, disse a avó de Romeu e Gael.

Déa aproveitou a participação no programa para agradecer a todos os brasileiros que torceram pela recuperação de Paulo, durante os 53 dias em que ele esteve internado. “Sou muito grata ao Brasil todo, foram muitas orações, muito apoio. Não tive coragem de fazer um vídeo para falar, eu choro. Foi muito apoio que recebi. Essa força vem da fé, tenho muita fé. Agradeço a Deus todos os dias de ter tido a oportunidade de ter sido mãe dele.”

Ela também falou sobre a outra filha, Juliana Amaral. As duas estão morando juntas desde o começo da pandemia no Rio de Janeiro. “Eu preciso dela e ela precisa de mim. Por enquanto, estou morando com ela. Vim pro Rio e vim ficar do ladinho dos meus netos. Juliana é muito preocupada comigo, ela leva as coisas mais sérias. O Paulo Gustavo levava as coisas mais leve. Os dois eram unha e carne. Juliana sempre protegeu o irmão, desde pequena. Ela é brabinha, parece a minha mãe”, contou.

Durante o bate-papo, Thales Bretas, marido de Paulo Gustavo, mandou uma mensagem de aniversário para a sogra, que se emocionou. “Meu genro faz tudo por mim. Eu sou aposentada do INSS que ganha uma merreca, meu filho me sustentava e morreu. Thales faz tudo por mim. Quero fazer um agradecimento e dizer do meu amor por ele. Meu filho soube escolher um homem maravilhoso, que teve uma educação maravilhosa. A família é importante na criação dos filhos e dos netos. Meus netos toda terça e quinta estão aqui comigo.”