Futebol Internacional

Maradona foi enterrado sem coração, revela jornalista argentino

Metrópoles | 22/11/21 - 14h24 - Atualizado em 22/11/21 - 14h28
Reprodução

O lendário craque argentino Diego Armando Maradona foi enterrado sem coração. A informação foi divulgada pelo jornalista e médico Nelson Castro em entrevista ao canal El Trece. Segundo ele, a motivação para tal decisão ocorreu após a descoberta de um plano feito por torcedores fanáticos.

“Houve uma movimentação de um grupo de Barra Bravas (torcedores organizados) do Gimnasia y Esgrima La Plata que planejava arrombar o caixão e extrair o coração de Maradona. Não se concretizou, porque foi um ato de enorme ousadia. Descobriram que isso ia ocorrer, então extraíram o coração”, revelou.

Nelson é autor do livro “La Salud de Diego” (A saúde de Diego em português). Ele ainda contou que além do plano audacioso dos torcedores, a retirada do coração era fundamental para entender o que causou a morte de Maradona. “O coração também foi extraído porque era muito importante para a determinação da causa da morte. Ele pesava meio quilo e era muito grande. Um coração costuma pesar 300 gramas. Era um coração grande não só porque ele era atleta, mas também pela insuficiência cardíaca que o ex-jogador sofreu”, contou o jornalista.

Maradona morreu após uma insuficiência cardíaca no dia 25 de novembro de 2020. Maradona deixou 11 filhos. A herança do ex-jogador é motivo de disputa entre eles. Milhares de pessoas estiveram presentes na Casa Rosada, em Buenos Aires, para se despedir de Diego.