Brasil

Matador de aluguel desiste de executar advogado do DF na última hora

Metrópoles | 15/06/21 - 16h26
Renato Araújo/Agência Brasília

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou, na madrugada desta terça-feira (15/6), a Operação Vanished, em que cumpriu dois mandados de busca e de prisão nas regiões do Itapoã e Riacho Fundo. A investigação teve como intuito desvendar o desaparecimento de um bacharel em direito, na última quinta-feira (10/6), em Águas Claras.

O defensor foi localizado e, durante as investigações, descobriu-se que ele foi atraído pelos autores. Segundo a PCDF, há indícios de que um outro advogado encomendou a sua morte, por meio de um matador de aluguel. Este, por sua vez, teria sequestrado a vítima e a levado para o Núcleo Rural Boqueirão, no Paranoá.

“Uma pessoa previamente contratada o sequestrou mediante o uso de arma de fogo. Na hora de executar o crime, ele desistiu”, revelou o delegado Ricardo Viana.

No local, o suspeito exigiu dinheiro da vítima para que a mantivesse viva, tendo negociado sua liberdade mesmo tendo recebido parte da quantia combinada do mandante para executar o serviço

“A pessoa que iria executar o crime está presa temporariamente, assim como o mandante do crime, o qual seria o ex-sócio da vítima”, completou o delegado.