Brasil

Modelo alagoana que desapareceu há um ano é encontrada desorientada em morro do RJ

Metrópoles | 08/10/20 - 07h18 - Atualizado em 08/10/20 - 07h30
Reprodução/Instagram

A modelo alagoana Eloisa Pinto Fontes, de 26 anos, que estava desaparecida há um ano, foi encontrada nessa quarta-feira (7). Ela estaria vivendo no interior do Morro do Cantagalo, na zona sul do Rio de Janeiro. As informações são do jornal Extra.

Segundo informações da polícia, no momento em que foi encontrada Eloisa aparentava estar desorientada. Em seguida, a moça foi levada para a base do Ipanema Presente, na praça General Osório, onde recebeu apoio social.

De lá, ela foi encaminhada para o Instituto Municipal Philippe Pinel, onde passou por avaliação psiquiátrica e ficou internada para cuidados de sua saúde.

O serviço social já localizou a mãe e um casal de amigos da modelo.

Essa não é a primeira vez que os familiares se preocupam com Eloisa: em 2019, ela já havia sido encontrada vagando nas proximidades de Nova York (EUA) após cinco dias desaparecida.

Na ocasião, ela estava visivelmente desorientada em uma rua de White Plains, cidade que fica a cerca de 30 minutos de trem do centro de Manhattan.

Mundo da moda

Eloisa Pinto Fontes é conhecida no mundo da moda. Ela já fez capas para revistas conceituadas como “Elle”, “Grazia” e “Glamour”, além de campanhas para grifes como Dolce & Gabbana.

A modelo foi casada e tem uma filha, Azzurra, com o modelo e produtor executivo russo Andre Birleanu, de 41 anos. O casal se conheceu em 2012, em São Paulo, e se casaram em 2014. Ele, que ficou conhecido pela sua participação no programa americano “America’s most smartest model”, tem a guarda da criança.