Nordeste

Papa Francisco escreve carta de pesar para avó de coroinha assassinado no CE: 'Estou perto dela'

Diário do Nordeste | 01/09/20 - 14h15
Carta escrita pelo Papa Francisco para a Paróquia São Pedro e para avó de Jefferson | Reprodução

O Papa Francisco escreveu uma carta em que lamenta a morte do coroinha Jefferson de Brito, 14 anos, assassinado a pauladas, pedradas e tiros, em 18 de agosto, no bairro Barra do Ceará, em Fortaleza. A mensagem do Papa Francisco foi divulgada nesta terça-feira, 1º de setembro. (Leia na íntegra no fim dessa matéria)

A Paróquia São Pedro, frequentada pelo garoto quase todos os dias, afirmou para o Sistema Verdes Mares que após a morte de Jefferson, o paroquiano, Kilbert Amorim Maciel escreveu uma carta para o Papa Francisco relatando com detalhes a morte do coroinha. Após alguns dias, para a surpresa de todos que frequentam a Paróquia, no último dia 25 de agosto, o Papa respondeu, escrevendo de próprio punho, uma mensagem de solidariedade à paróquia e à avó de Jefferson, dona Tereza. 

A paróquia 

Na carta, o Sumo Pontífice diz: “Muito me dói o que me contas sobre Jefferson Brito Teixeira", escreveu. Papa Francisco afirmou ainda que reza para Jefferson e que pede a misericórdia divina para o assassino.   

"Estou perto de você e rezo por ti, pela Comunidade Paroquial de São Pedro da Barra do Ceará. Rezo pelo eterno descanso de Jefferson e também rezo pela avó que tem ficado só. E Deus tenha misericórdia dos assassinos".

Papa Francisco no fim da carta lembra da avó de Jefferson. Por favor, não te esqueças de rezar por mim e te peço digas à avó de Jefferson que estou perto dela. Que Jesus te abençoe e a Virgem Santa te cuide. Fraternalmente, Francisco", finaliza.

A administração da Paróquia São Pedro afirmou ainda que ficou feliz pelo retorno do Papa Francisco e que a carta foi entregue na manhã desta terça-feira para a avó de Jefferson. 

Dedicação

O frei João Antônio Flores, pároco da paróquia de São Pedro, disse para o Sistema Verdes Mares na época da morte do coroinha  que Jefferson era muito dedicado e sempre pronto para ajudar a comunidade. "Ele era um menino dedicado, esforçado e sempre pronto para servir à igreja. Chegava sempre cedo, até mesmo antes do padre, e preparava tudo inclusive quando havia festa na outra comunidade daqui da paróquia e ele estava sempre lá para ajudar, sempre disponível", afirmou.

Prisão dos suspeitos

Quatro suspeitos na participação na morte do coroinha já estão presos, segundo a segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

De acordo com a SSPDS, “após diligências pela região, os quatro suspeitos foram localizados e conduzidos, no último dia 21 de agosto, para a sede do DHPP, onde estão sendo ouvidos no inquérito que apura o caso”. 

A SSPDS também afirmou que um dos suspeitos, identificado como Robson Vasconcelos, de 18 anos, já foi ouvido e autuado pelo crime de homicídio doloso e por integrar uma organização criminosa.

Leia a carta na íntegra:

“Muito me doe o que me contas sobre Jefferson Brito Teixeira. Estou perto de você e rezo por ti, pela Comunidade Paroquial de São Pedro da Barra do Ceará. Rezo pelo eterno descanso de Jefferson e também rezo pela avó que tem ficado só. E Deus tenha misericórdia dos assassinos. Por favor, não te esqueças de rezar por mim e te peço digas à avó de Jefferson que estou perto dela. Que Jesus te abençoe e a Virgem Santa te cuide. Fraternalmente, Francisco.”.