Brasil

Polícia prende um dos suspeitos da morte de namorado de atriz no Arpoador

TNH1 com Metrópoles | 29/08/21 - 13h13

Um homem suspeito de participação na morte do publicitário, empresário e músico Sérgio José Coutinho Stamile, de 41 anos, foi preso por policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC). A notícia foi divulgada neste domingo pelo jornal O Globo. O artista, que era namorado da atriz Carla Daniel, foi morto no Parque Garota de Ipanema, no Arpoador, zona sul do Rio, na madrugada do último dia 10.

As investigações da polícia indicam que os suspeitos do crime são pessoas em situação de rua.

Segundo o delegado assistente da DHC, Cassiano Conte, Sérgio entrou no Parque por volta de 1h34. Sete minutos depois, ele discutiu com Pablo Francisco da Silva e Flavio Lima de Mello. O agente informa que os dois moradores de rua que costumam dormir na região teriam feito uma brincadeira com o músico, que não gostou da provocação e respondeu de forma ríspida. Ele entrou em uma gruta do local e logo depois foi acompanhado pelos dois.

O oficial ressalta que minutos depois, os suspeitos deixaram a gruta com os pertences da vítima. Pablo Francisco da Silva, de 20 anos, foi preso na Avenida Francisco Bhering e disse que Flavio Lima de Mello, de 29, que continua foragido, deu um mata-leão em Sérgio. O primeiro tem uma anotação pelo crime de roubo. Contra os dois, foram expedidos mandados de prisão temporária pela juíza Angélica dos Santos Costa, do plantão judicial deste sábado, dia 28.

O caso

Conhecido como Pirata do Arpoador, Sérgio frequentava o parque diariamente para meditar e apresentava lesões como se tivesse sido arrastado e jogado ou caído de uma pedra com altura aproximada de 3 metros. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da capital.

Sérgio teria sido deixado pela namorada em sua casa, na Rua Raul Pompeia, em Copacabana, por volta de 22h30 da última segunda-feira. Segundo O Globo, ele não chegou a entrar no apartamento e teria ido direto para o Arpoador. Agentes do Grupo de Local de Crime (Gelc) da especializada estiveram no local na manhã de terça-feira. A região é um ponto de consumo de drogas e de prostituição.