Política

Regina Duarte toma posse e demite alto escalão da Cultura

Metrópoles | 04/03/20 - 09h32
Atriz Regina Duarte toma posse na Secretaria da Cultura | Foto: Reprodução / TV Globo

Quarenta e quatro dias depois de sinalizar que aceitaria o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a atriz Regina Duarte assume, nesta quarta-feira (04/03/2020), a Secretaria Especial da Cultura. A nomeação da artista foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

A mesma publicação traz demissões no alto escalão de órgãos ligados à Secretaria Nacional da Cultura (veja a lista abaixo). As exonerações foram assinadas pelos ministros do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e da Casa Civil, general Braga Netto.

Entre os demitidos, está o agora ex-presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) Dante Mantovani. O polêmico maestro afirmou anteriormente que “Deus inventou a música e o diabo a corrompeu”.

A posse de Regina Duarte está marcada para as 11h desta quarta-feira (04/03/2020), no Palácio do Planalto. A artista foi convidada por Bolsonaro em janeiro para assumir a pasta no lugar de Roberto Alvim, demitido após parafrasear discurso de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda do governo de Adolph Hitler, na Alemanha nazista.

Antes de tomar posse, a atriz acertou rescisão de contrato com a Globo. Ao anunciar que aceitaria o convite de Bolsonaro, a emissora deixou claro que não haveria qualquer possibilidade de o vínculo ser mantido, pois as regras da empresa não permitem o emprego de pessoas com cargos públicos.

Demissões:

  • Reynaldo Campanatti Pereira, secretário da Economia Criativa;
  • Paulo Cesar Brasil do Amaral, presidente do Instituto Brasileiro de Museus;
  • Rodrigo Maximiano Junqueira, secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural;
  • Camilo Calandreli, secretário de Fomento e Incentivo à Cultura;
  • Marcos de Almeida Villaça Azevedo, secretário de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual;
  • Dante Mantovani, presidente da Fundação Nacional de Artes;
  • Ricardo Freire Vasconcellos, diretor do Departamento do Sistema Nacional de Cultura;
  • Ednagela dos Santos Barroso dos Santos, diretora do Departamento de Promoção da Diversidade Cultural;
  • Maurício Noblat Waissman, coordenador-geral da Política Nacional de Cultura Viva;
  • Raquel Cristina Brugnera, chefe de gabinete da Secretaria da Economia Criativa;
  • Gislaine Targa Neves Simoncelli, chefe de gabinete da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura;
  • Leônidas José de Oliveira, diretor executivo da Fundação Nacional de Artes.