Nordeste

Sargento da PM e empresário são mortos a tiros em distrito de Maranguape

Diário do Nordeste | 23/10/20 - 10h33
Sargento da PM Juscelino Araújo Chaves (à esquerda) e o empresário Daniel Cortez (à direita) estavam em um veículo quando foram abordado pelos atiradores e mortos em Maranguape | Arquivo Pessoal

O sargento da reserva da Polícia Militar Juscelino Araújo Chaves, de 58 anos, e o empresário Daniel Cortez, que atuava no ramo de venda de frangos, foram mortos a tiros no distrito de Cachoeira, em Maranguape, a 26 quilômetros de Fortaleza. O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (22).

Conforme a polícia, Daniel trafegava em um veículo na companhia do sargento, quando os dois foram abordados pelos suspeitos. O empresário, que conduzia o carro, foi atingido pelos disparos, perdeu o controle do veículo e colidiu. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu dentro do veículo.

Após a colisão, o sargento conseguiu sair do carro e tentou fugir, porém foi perseguido e morto. 

Nesta sexta-feira (23), policiais militares e civis realizam busca na região para tentar capturar os suspeitos do duplo homicídio.

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) divulgou uma nota de pesar pelo falecimento do do 1º Sargento PM RR Juscelino Araújo Chaves, que ingressou na corporação em 20 de julho de 1981. Atualmente, o militar estava na reserva remunerada.

"O Comando da Corporação se solidariza com a dor dos familiares e amigos, ao tempo em que coloca o aparato da Instituição à disposição", diz um trecho da nota.