Brasil

Sem comida em fuga da Ucrânia, mulher de jogador comeu caroço de maçã

Metrópoles | 01/03/22 - 14h27
Foto: Fábio Vieira / Metrópoles / Reprodução

Lyarah Barberan, de 23 anos, esposa do jogador Maycon Barberan, falou sobre a escassez de comida durante a fuga pelo território da Ucrânia, onde eles chegaram a viajar de trem e ônibus para alcançar a fronteira. O jogador e os familiares desembarcaram nesta terça-feira (01/03) em Guarulhos, São Paulo.

“A viagem de trem durou um dia e meio. Minha perguntou se a gente tinha levado algo pra comer. Eu falei: as crianças não estão passando fome. Deu tempo de pegar duas maçãzinhas, meus filhos comeram. No momento em que vi o caroço da maçã, falei: agora vou matar minha fome. Peguei o caroço da maçã e comi”, contou Liarah, após o desembarque. Os brasileiros saíram de Kiev, na Ucrânia, em um trem que desembarcou na cidade de Chernieski.

Disputa por vaga em trem - Lyarah contou que pessoas de várias nacionalidades estavam tentando embarcar nos trens que foram disponibilizados para fugir do país: “Cada um querendo lutar por uma vaga no trem”. Para conseguir fugir do país, eles seguiram em um ônibus fretado que transportou o grupo de pessoas até a Moldávia, país que faz fronteira com a Ucrânia.

Os brasileiros também passaram pela Romênia antes de chegar ao Brasil. Lyarah explica que o governo da Romênia os abrigou e ajudou a providenciar o transporte: “Eu tenho eterna gratidão por todos os países que se preocuparam com a gente.” “O momento agora é de pensar e parar para respirar. É muito difícil você sair de um local onde você constrói uma vida”, concluiu.