Maceió

Servidores realizam atos em Maceió contra projeto de renegociação de dívidas públicas

14/04/16 - 08h59 - Atualizado em 14/04/16 - 09h12
Divulgação

Atos organizados por servidores públicos de todo o Brasil serão realizados nesta quinta-feira (14), a partir das 9h, em frente a três órgãos de Alagoas. Os trabalhadores se mobilizam na sede do INSS, na Rua da Praia, Centro, no núcleo do Ministério da Saúde, na Rua Professor José da Silveira Camerino, Farol, e no Hospital Geral do Estado, no Trapiche da Barra, todos em Maceió.

As ações são contra a tramitação do Projeto de Lei Complementar 257-2016, de autoria da presidência da República, que promove a renegociação das dívidas públicas dos estados em troca do cumprimento de algumas exigências dos governos que, segundo o movimento, ameaçam direitos dos trabalhadores. O PLC prevê a suspensão do concurso público, congelamento de salário e estímulo à demissão voluntária no funcionalismo.

Para o movimento, os condicionamentos do projeto são inaceitáveis. Por isso, foi criado o Movimento Nacional Permanente Contra o PLC 257, com um conjunto de manifestações que objetivam retirar o projeto da pauta do Congresso.

“As entidades sindicais em luta contra o PLC 257 compreendem que a dívida pública é um grave problema e requer soluções que não sejam tão somente a penalização dos trabalhadores e da sociedade em geral, com a precarização e sucateamento dos serviços públicos”, declara nota enviada à imprensa.