Brasil

TikTok lamenta morte de Lucas Santos e diz buscar ambiente “acolhedor”

Metrópoles | 05/08/21 - 16h42 - Atualizado em 05/08/21 - 16h45
Reprodução / Instagram

A assessoria de comunicação do TikTok enviou, nesta quinta-feira (5/8), o posicionamento oficial do aplicativo sobre a morte de Lucas Santos, vítima de homofobia após um vídeo publicado na rede social.

“Estamos profundamente tristes com esta tragédia. Temos como nossa principal prioridade dar apoio ao bem-estar da nossa comunidade e fomentar um ambiente acolhedor e inclusivo, onde todos se sintam seguros para se expressar de forma autêntica. Comentários de ódio, que violam nossas políticas e prejudicam nossa comunidade, são removidos da nossa plataforma”, afirma o comunicado, publicado nas redes sociais do aplicativo.

“Comentários discriminatórios, que violam nossas políticas e prejudicam nossa comunidade, não são tolerados e são removidos da nossa plataforma quando identificados. Nossos usuários também contam com diversas ferramentas para evitar conteúdo nocivo. Enviamos nossos sentimentos mais sinceros para a família e amigos do Lucas”, finaliza.

Lucas Santos, filho da cantora Walkyria Santos, foi encontrado morto em sua casa, em Natal (RN), na última terça-feira (3/8).

A morte foi confirmada em um comunicado oficial no Instagram da artista: “Infelizmente hoje o mundo da Família Santos está cinza. Lucas, filho da Walkyria, já não se encontra entre nós. O coração da Walkyria e toda sua família está em pedaços. Essa é uma dor que nenhuma mãe quer passar. Neste momento, pedimos que respeitem o luto e que orem e mandem boas energias para Walkyria e toda sua família. Agradecemos a todos os fãs e amigos pelas mensagens positivas. O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido. Salmos 34:18. Lucas agora está ao lado de Deus”.

Além de Lucas, Walkyria Santos também é mãe de Bruno, de 20 anos, e Maria Flor, de 10.