Mundo

Trump concede perdão a ex-aliado Steve Bannon horas antes de deixar o cargo

Metrópoles | 20/01/21 - 09h25
Brazil Photo / PressFolhapress

Horas antes de deixar o cargo de presidente dos Estados Unidos, Donald Trump concedeu indulto presidencial ao ex-aliado Steve Bannon e outras 72 pessoas. O indulto garante o perdão pleno para crimes federais.

Estrategista da campanha vitoriosa de Trump em 2016, Bannon foi indiciado e preso em agosto de 2020, acusado de desviar dinheiro de uma campanha de apoio à construção de um muro na fronteira com o México. Ele foi solto após pagar fiança de US$ 5 milhões e aguardava o julgamento.

“Bannon foi um líder importante no movimento conservador e é conhecido por sua perspicácia política”, diz o comunicado no site da Casa Branca, divulgado na madrugada desta quarta-feira (20/1).

Ao todo, Trump concedeu o perdão a 73 pessoas e comutou as sentenças de outras 70. Veja a lista completa de beneficiados.

Posse de Biden

Joe Biden toma posse nesta quarta-feira (20/1), como 46º presidente dos Estados Unidos, em cerimônia marcada por forte esquema de segurança, em função do temor por novos e violentos protestos antidemocráticos alimentados pelos seguidores do presidente que se despede.

Trump, que se recusou quase até o fim a aceitar a derrota nas urnas, sob justificativa de que o processo eleitoral foi manchado por supostas fraudes nas contagens de voto, não vai comparecer ao ato. O anúncio foi feito pelo próprio ex-mandatário pelo Twitter, dias antes de ser banido da plataforma.

É a primeira vez, desde 1869, que um ex-presidente não comparece à cerimônia de posse do sucessor. A gestão republicana que deixa o poder será representada, no ato, pelo vice de Donald Trump, Mike Pence.