Turismo

Últimos dois cruzeiros ao mar têm 97 infectados e terminam nesta 5ª

Metrópoles | 06/01/22 - 07h05
Divulgação

Após o governo suspender a temporada de cruzeiros, os navios MSC Seaside e Costa Fascinosa são os últimos a encerrar as operações no Brasil nesta quinta-feira (6/1).

Juntos, os transatlânticos têm 97 casos confirmados de Covid-19, segundo informações fornecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nessa quarta-feira (5/1).

O MSC Seaside conta com 90 pessoas que testaram positivo para o coronavírus, sendo 65 tripulantes e 25 passageiros. A embarcação possui capacidade para 3.622 passageiros, em atendimento ao protocolo vigente.

Esse navio traz autorização para atracar às 6h para desembarque no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A MSC Cruzeiros não retornou o contato da reportagem do Metrópoles.

Fascinosa - Já o Costa Fascinosa tem dois casos positivos de Covid-19 entre os tripulantes e cinco entre os hóspedes. Com os protocolos sanitários, a capacidade do transatlântico é 1.083 passageiros.

A saída de todos os turistas está prevista para ocorrer às 8h no Porto do Rio de Janeiro. A Costa Cruzeiros afirmou ao Metrópoles que antes do desembarque será feita uma inspeção habitual da Anvisa.

A empresa ressaltou ainda que não serão realizados novos embarques e o navio ficará com os cruzeiros suspensos até 21/1, conforme determinação federal.

Passageiros - Marilza Saraiva, 56 anos, estava a bordo do Costa Fascinosa quando conversou por telefone com a reportagem do Metrópoles nessa quarta-feira (5/1).

O desembarque da gestora acadêmica e de seus familiares já estava previsto para ocorrer nesta quinta-feira (6/1). Ainda assim, ela lamenta a suspensão da temporada de cruzeiros no Brasil, pois se sentiu segura com os protocolos contra a Covid-19.

“Nós todos nos sentimos muito seguros, na real, nos sentimos mais seguros aqui do que fora do navio”, disse Marilza.

Entre as medidas que ela destaca, aparecem os testes diários, distribuição de álcool em gel, distanciamento entre grupos e o uso obrigatório de máscaras. Marilza afirma que esse último protocolo foi seguido majoritariamente pelos passageiros.

A turista embarcou no Costa Fascinosa em 30/12, no Rio de Janeiro. Os passageiros não foram autorizados a descer para circular em Ubatuba e Santos. Mas os passeios foram autorizados em Ilhabela e Angra dos Reis.