Economia

Veja os principais itens que fizeram a inflação chegar a 10,25% em 12 meses

Metrópoles | 08/10/21 - 12h41 - Atualizado em 08/10/21 - 14h16
Índice teve a maior alta desde fevereiro de 2016, com aumento de 1,16% apenas em setembro | Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

Os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (8/10) mostram que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve alta de 1,16% em setembro, acumulando altas de 6,9% no ano e de 10,25% nos últimos 12 meses. Em comparação, o aumento no IPCA em setembro de 2020 foi de 0,64%.

O item que teve o maior índice de aumento foi o pimentão, com 96,4% de alta. Em seguida, estão a abobrinha, com 64,93%; o etanol, com 64,77%; e o repolho, com 57,9%.

Entre os itens que tiveram alta com o maior peso no bolso do consumidor, estão a gasolina, com aumento de quase 40%; o gás de cozinha, com 35%; e as carnes, com 37%.

CLIQUE AQUI e veja a lista completa.

Os cálculos são feitos com base em preços coletados entre 28 de agosto e 28 de setembro de 2021 em comparação com os preços vigentes no período de 29 de julho a 27 de agosto de 2021.