Economia

Vídeo: especialista explica ampliação de 180 dias na pausa de financiamentos habitacionais

Redação TNH1 com TV Pajuçara | 23/07/20 - 17h25 - Atualizado em 23/07/20 - 17h25
O especialista em direito imobiliário, Antônio Oliveira | Reprodução / TV Pajuçara

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai ampliar mais uma vez a pausa de pagamentos habitacionais, que agora poderá ser de até 180 dias. Essa informação foi confirmada pelo presidente da CEF, Pedro Guimarães, na última quarta-feira (22). 

Ao Fique Alerta, da TV Pajuçara, o especialista em direito imobiliário, Antônio Oliveira, explicou que o caso é mais recomendado para as pessoas que perderam renda durante a pandemia da covid-19. 

"Esse programa foi criado pelo Governo Federal como forma de auxílio àqueles que estão precisando, que perderam a renda, que estão sem receber, perderam o emprego. Foi um auxílio para ajudar essas pessoas. Ele é indicado especificamente para quem realmente está precisando, que perdeu a renda. Se a pessoa não perdeu o emprego ou a renda, não é aconselhável que ele faça a adesão. O valor da prestação que vai deixar de ser pago, vai para o saldo devedor. Consequentemente, vai haver um pagamento maior de juros. Ou seja, o saldo devedor vai inflar um pouco em razão das parcelas que deixaram de ser pagas". 

Veja a entrevista completa abaixo.