Brasil

Vídeo: policiais invadem festa em casa e agridem moradores com cassetete

Metrópoles | 04/01/21 - 10h46
Arquivo Pessoal

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que policiais militares invadem uma casa na Vila Industrial em Bauru (SP) e agridem pessoas que estavam no local e comemoravam o aniversário de 16 anos da filha da dona da residência, no sábado (2/1).

A comerciante Jocimara Fabiano da Silva explicou que a família comemorava o aniversário da filha, quando uma discussão começou do lado de fora entre um vizinho, que é policial militar, e convidados da festa, por volta das 18h.

Ela e o marido saíram para ver o que estava ocorrendo e também discutiram com o vizinho militar. As informações são do G1.

“Ele estava alterado porque os meninos estavam fumando maconha em frente à casa dele. Eu também não concordo com isso, mas nós não sabíamos disso, quando meu esposo saiu para tentar conversar com ele, ele já estava todo alterado. E ele partiu para ignorância, para as ofensas, me insultou, falou palavras de baixo calão, conseguimos acalmar todo mundo, entramos, ele ficou xingando ainda do lado de fora, mas achamos que ia ficar tudo bem”, conta Jocimara.

“Ele estava alterado porque os meninos estavam fumando maconha em frente à casa dele. Eu também não concordo com isso, mas nós não sabíamos disso, quando meu esposo saiu para tentar conversar com ele, ele já estava todo alterado. E ele partiu para ignorância, para as ofensas, me insultou, falou palavras de baixo calão, conseguimos acalmar todo mundo, entramos, ele ficou xingando ainda do lado de fora, mas achamos que ia ficar tudo bem”, conta Jocimara.

Reprodução / TV Tem
Reprodução / TV Tem
Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

“Era muita polícia, parecia que eles estavam invadindo a casa de um traficante de alta periculosidade. Eles entraram e agrediram todo mundo. Foi uma coisa covarde, muito covardia. Bater em uma mulher já é covardia, dentro da casa dela ainda. Eles entraram na minha casa, no meu quintal”, destaca Jocimara.

O marido da comerciante afirmou que em nenhum momento os policiais pediram para entrar na casa. O casal contou que as agressões começaram com o vizinho.

“Enquanto eu conversava com um policial na frente de casa, eles invadiram batendo em todo mundo. Com arma em punho e tinha criança dentro de casa, na piscina. A gente quer justiça porque um cidadão desse não merece usar farda, ele fez toda a confusão e colocou os colegas de trabalho dele nisso”, conclui.

A Secretaria de Segurança Pública informou, em nota, que o caso está sendo investigado pela Central de Polícia Judiciária de Bauru como abuso de autoridade e lesão corporal. Além disso, destacou que equipe policial realiza diligências e os envolvidos prestarão depoimento nos próximos dias.

Ainda de acordo com o casal de comerciantes, quatro convidados da festa precisaram ser levados para o Pronto-socorro Central, sendo que um deles levou quatro pontos na testa. Todos os feridos passaram pelo corpo de delito e a corregedoria da PM foi acionada.