Nordeste

Vídeo: Tamanduá-mirim 'leva susto' e fica 'em pé' ao ser resgatado de incêndio no Ceará

Diário do Nordeste | 04/10/20 - 22h16
Reprodução / Redes Sociais

Agentes do Corpo de Bombeiros resgataram um tamanduá-mirim e três preás quando combatiam incêndios em matas em Ipueiras e Caridade, no interior do Estado. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, o primeiro caso aconteceu na última sexta-feira (2), na Comunidade do Mel, distrito de Ipueiras, divisa com Piauí. Agentes da guarnição de Crateús, chamados para combater o incêndio em uma vegetação, visualizaram o tamanduá tentando fugir do fogo. 

Os agentes guiaram o tamanduá até uma área da mata que não foi atingida pelas chamas. Durante a ação, os bombeiros fizeram barulhos para afastar o animal do fogo e o tamanduá-mirim, que estava correndo, chegou a parar e "ficar de pé", apoiado nas patas traseiras. O animal estava ofegante e foi em lugar seguro, em seu habitat.

O local do incêndio era de difícil acesso, devido a uma mata um pouco fechada e com plantações do de macambira, que com folhas espinhentas. 

“Como sua folha possui modificações que dão uma natureza espinhenta à mesma, a macambira é queimada antes de ser oferecida ao gado. Foram feitos os procedimentos de combate ao incêndio florestal usando soprovarredor, bombas costais, e, fogo contra fogo, assim conseguimos controlar a queimada”, declarou o Comandante dos Bombeiros de Crateús (2ªCia/3ºBBM) e Posto Avançado de Ipueiras. O incêndio foi debelado na madrugada de sábado (3). 

Preás sofreram queimaduras

Já em Caridade, no distrito de Pombo, três preás foram resgatados pelos bombeiros no sábado (3), durante o combate a um incêndio em uma vegetação na fazenda Pau Branco.

A guarnição de Canindé localizou os animais bastante cansados e com partes do corpo queimadas. Com a ajuda de moradores da região, os bombeiros deram água para os preás, que ficaram em observação e depois foram soltos na natureza em um local seguro.