Brasil

Vítima de Covid se despede de filho em carta: “Lutei até onde eu pude”

Metrópoles | 24/08/21 - 15h51 - Atualizado em 24/08/21 - 15h54
Reprodução

Morador de Jundiaí, em São Paulo, Raphael Melo Voltan, de 31 anos, estava na batalha contra um câncer e não resistiu a uma infecção por Covid. Ele morreu no último domingo (22/08). Pai de um menino de 1 ano, Voltan escreveu uma carta de despedida para a família. “Amo vocês. Lutei até onde pude. Cuide do Rhavi, eu amo muito ele, todos vocês, fiquem com Deus”, dizia a mensagem.

Meses atrás, a família de Voltan chegou a fazer uma campanha na internet para comprar um remédio de R$ 360 mil para o tratamento de câncer linfoma não-Hodgkin, descoberto em 2020. Em entrevista ao G1, a namorada de Raphael, Estela Mastellari, de 35 anos, informou que ele havia sido internado no dia 29 de julho, com dificuldade para respirar. Recebeu alta no Dia dos Pais, mas voltou a ser internado pois testou positivo para Covid-19. “Ele não podia ser intubado, com os tumores no peito não seria possível. Ele ficou no isolamento e, infelizmente, a Covid só adiantou as coisas. O pulmão já estava bem debilitado. Ele queria muito viver”, contou Estela ao G1.