Maceió

Trabalhadores fazem ato no Centro em "Dia do Basta"

Letícia Cardoso* | 10/08/18 - 12h09 - Atualizado em 10/08/18 - 12h13
Trabalhadores fazem ato no Centro | Handson Holanda / TV Pajuçara

Trabalhadores da educação, saúde em previdência social, da Universidade Federal de Alagoas e bancários paralisaram as atividades na manhã desta sexta-feira, 10, em protesto contra políticas públicas que vêm sendo implantadas em todo o Brasil. A manifestação foi denominada "Dia do Basta".

Os manifestantes se reuniram em frente ao Cepa, no Farol, no início da manhã, onde distribuíram panfletos, e seguiram em direção ao centro de Maceió, onde devem permanecer até a tarde.

“Nós não poderíamos ficar em casa hoje. Fizemos uma passeata gratificante, porque entendemos que é um dia muito importante para o país como um todo. Precisamos dar um basta na retirada dos nossos direitos, na falta de investimento em educação, na precarização do trabalho do professor, na privatização e na falta de zelo pela previdência social”, declarou Célia Capistrano, vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas.

Eles defendem o fim da Emenda Costitucional Nº 95, que determina um teto sobre os gastos e investimentos no país por 20 anos; reivindicam a revisão em preços de produtos como gás e gasolina; a recuperação de direitos trabalhistas; a derrubada da reforma do ensino médio, entre outras pautas.

Por conta do ato, as agências bancárias do Centro abriram uma hora mais tarde nesta sexta, por volta das 11h.