Comerciante matou irmão em legítima defesa, afirma advogado

19/06/2017 - 14:02 - Atualizado em 19/06/2017 - 14:22
(Crédito: Erik Maia / TNH1)

Após se apresentar à polícia no fim da manhã desta segunda-feira, 19, o comerciante Ismar Bonfim, suspeito de assassinar o irmão, Iraildo Bonfim, em uma discussão no estabelecimento Shopping das Frutas, na Jatiúca, prestou depoimento. O advogado de Ismar, Cícero Ferreira, conversou com a imprensa e preferiu não entrar em detalhes sobre o caso, mas confirmou que ele agiu em legítima defesa.

“Foi isso. O irmão era mais avantajado, era professor de Jiu-Jitsu e lutava MMA. Houve uma luta corporal. Meu cliente não tomou a arma, ela caiu e os dois tentaram pegar. Quem pegou primeiro cometeu a fatalidade. Poderia ter sido o Iraildo vitimando meu cliente”, contou.

Durante entrevista, o advogado também afirmou que Iraildo estava tratando Ismar de maneira diferentes por conta de “problemas pessoais”. As investigações estão a cargo da delegada Rosimeire Chaves.

Ismar chegou até a delegacia aos prantos e saiu amparado pelos filhos.

O crime

Iraildo Bonfim foi ao estabelecimento na sexta e iniciou uma discussão com o irmão e dono da empresa, Ismar Bonfim. Houve bate-boca e durante luta corporal, Iraildo foi atingido por tiros da própria arma disparados por Ismar. Outro irmão, Ivanildo Bonfim, que teria tentado impedir a briga e acabou sendo baleado. O suspeito fugiu momentos antes da chegada da polícia. A arma do crime não foi encontrada.