Polícia

300kg de drogas são encontrados escondidos em caminhão na Capital

Dayane Laet com Deic | 17/05/19 - 06h27 - Atualizado em 17/05/19 - 06h50
Droga foi apreendida e dois suspeitos de tráfico presos | Cortesia ao TNH1

Cerca de 300 quilos de drogas foram encontrados dentro de cilindros lacrados em um caminhão que saiu de Toledo (PR) com destino final de Arapiraca, no Agreste alagoano. A operação, batizada de “Cêmete”, foi concluída nessa quinta-feira (16), e envolveu a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), contou com o apoio também de agentes da Receita Federal em Alagoas. Casal foi preso.

Alan Felix Ferreira da Silva, de 31 anos, e Islanne Layne dos Santos Pina, 30 anos, foram presos em Arapiraca. Já as drogas foram apreendidas em Maceió. “Primeiro interceptamos os entorpecentes e depois seguimos até Arapiraca, onde prendemos os dois suspeitos de serem os donos da maconha”, explicou o delegado Fábio Costa, da Deic.

Veja vídeo:

 

De acordo com informações da polícia, a carga, avaliada em R$ 290 mil,  estava escondida nos tambores, em um caminhão com placa de Alagoas, que pertence a uma transportada localizada na Capital.

O transporte da droga foi mediada por uma operação comercial "respaldada" por um nota fiscal de uma empresa aparentemente idônea, com a descrição de sementes de capim para gado  (uruchloa brizanha).

A polícia civil investiga a participação do reeducando Marcelo Juliano Rocha, de 42 anos, paranaense natural de Foz do Iguaçu, como líder do grupo. Marcelo atualmente está cumprindo pena pelo crime de tráfico.

Alan e Islanne de tráfico foram encaminhados para a sede da Deic onde foram autuados por tráfico e associação para o tráfico.

O nome da operação faz alusão à carga declarada como sementes e também à falsa declaração de conteúdo.

Maconha estava escondida em tambores de sementes de capim / Cortesia ao TNH1