Polícia

Abordagem termina com apedrejamento, xingamentos e prisões em parque de diversões de Maceió

Eberth Lins | 14/07/21 - 09h09 - Atualizado em 14/07/21 - 09h27
Vídeo mostra confusão durante abordagem policiam em parque de diversões | Foto: Reprodução

O que seria uma ronda de rotina terminou com uma grande confusão envolvendo policiais militares e moradores do Conjunto Rosane Collor, no bairro Clima Bom, na parte alta de Maceió. De acordo com a polícia, durante o patrulhamento foi avistado um homem em atitude suspeita e, no desembarque dos policiais da viatura, o mesmo fugiu.

O homem foi identificado como Wasley Kevin Gabriel dos Santos e a polícia constatou que havia um mandado de prisão contra ele, que é acusado de homicídio. "Quando aconteceu o desembarque dos policiais, o suspeito empreendeu fuga, mas o patrulhamento conseguiu alcançá-lo mais à frente. Na fuga, ele jogou algum dos seus pertences, mas não foi possível identificar do que se tratava. Após a abordagem, foi sabido que o suspeito era foragido da Justiça com um mandado em seu desfavor por homicídio", detalhou a polícia.

A prisão do suspeito, no entanto, gerou tumulto com xingamentos contra os policiais e apedrejamento da viatura. No vídeo enviado à redação por um internauta também é possível ouvir um tiro durante a confusão.

Veja o vídeo: 

"Durante a abordagem formou-se grande aglomeração de pessoas, querendo atrapalhar o serviço policial e impedir a condução do suspeito. Ao perceber que o irmão estava sendo detido, um homem xingou os policiais, jogou pedras contra as guarnições e partiu para a agressão objetivando impedir a prisão", detalhou a polícia.

Parabrisa da viatura foi atingido por uma pedra durante a confusão. (Foto: Cortesia / Polícia Militar)

O irmão do suspeito, que teria apedrejado a viatura e incitado a confusão, foi identificado como David Bernardino de Souza.

Os irmãos foram presos e levados à Central de Flagrantes, no bairro Pinheiro. David Bernardino foi liberado após confecção de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e Wasley Kevin segue preso à disposição da Justiça.