Alagoas

Alagoas é o segundo estado do país onde mais se morre por choque elétrico

Estado ocupa o primeiro lugar de mortes por cada 1.000 km² na região Nordeste

TNH1 com assessoria | 15/08/19 - 09h40 - Atualizado em 15/08/19 - 09h52
Paulo Almeida / Folha PE

Alagoas é o estado do Nordeste onde mais se morre por choque elétrico considerando a área territorial. Nacionalmente, o estado ocupa a segunda posição deste ranking preocupante, perdendo apenas para o Distrito Federal, segundo pesquisa feita pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, a Abracopel.

Em 2018, foram registradas 47 ocorrências com 21 mortes em Alagoas, sendo 20 por choque elétrico e uma morte de uma criança de 7 anos durante um incêndio causado por um curto-circuito.

Destas 47 ocorrências, Maceió tem outro dado que se destaca: 20 foram na capital com 07 mortes: 6 por choque elétrico e 1 por sobrecarga. Nos outros 13 casos, ocorreram incêndios originados por sobrecarga de energia, posterior curto-circuito e incêndio.

No Nordeste, no ano passado, aconteceram 443 acidentes de origem elétrica, onde 280 pessoas perderam suas vidas. Somente com choque elétrico, foram 258 mortes e outras 18 pessoas foram vítimas de incêndios originados por sobrecargas elétricas.

Os acidentes de origem elétrica em Alagoas diferem um pouco da estatística geral do país. Se na maioria dos estados brasileiros as residências representam 30% das mortes por choque elétrico, em Alagoas, a maioria acontece na área urbana (ruas, postes, avenidas) e rede aérea. No ranking geral de mortes dos estados brasileiros, sem levar em conta a área territorial, Alagoas ocupa uma posição mediana.

Imagem: Abracopel

Entretanto tudo muda quando se relaciona o número de mortes por choque elétrico à área do estado. Alagoas pula para 1º lugar no Nordeste:

Imagem: Abracopel

E no ranking nacional, quando considerada a área de cada estado, Alagoas só perde para o Distrito Federal:

Imagem: Abracopel

No que se refere a incêndios gerados por sobrecarga (e posterior curto-circuito), das 451 ocorrências no Brasil, 134 foram na região Nordeste e 22 em Alagoas, com um caso fatal, em Maceió, quando uma criança de 7 anos morreu devido à sobrecarga em um ventilador.

Estes dados fazem parte do Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica da Abracopel, entidade que luta há mais de uma década pela conscientização da população e profissionais sobre os riscos que a eletricidade oferece quando não é respeitada.

A entidade é a única a levantar dados de acidentes de origem elétrica, tipificando e segmentando por idade, gênero, profissão, localidade, etc. É importante sinalizar que no total do país, os choques elétricos somaram 622 mortes – sendo a região Nordeste a campeã em ocorrências, com 261 mortes. Este dado sinaliza uma tendência de estabilização, já que nos últimos anos, o número tem se mantido na média de 600 mortes, o que representa quase duas mortes por dia ocasionada por choque elétrico no país. Já os incêndios apresentam uma curva ascendente, em 2017 foram 451 incêndios com 30 mortes, já em 2018 foram 527 incêndios com 61 mortes. Um dado que impressiona é que 80% destes incêndios e mortes aconteceram dentro de residências.

Imagem: Abracopel

Como prevenir?

De acordo com a Abracopel, quase 100% dos acidentes não deveriam ter acontecido se as pessoas fossem mais informadas a respeito dos riscos que a eletricidade oferece. A associação vem criando ações – todas elas gratuitas – oferecendo aos profissionais que lidam com a eletricidade todos os dias, ferramentas de conhecimento e conscientização.

Em Maceió, nos dias 21 e 22 de agosto (quarta e quinta-feira), a Abracopel trará dois dias inteiros de conhecimento para os profissionais da área. Especialista, em suas respectivas áreas de atuação, estarão ministrando dois eventos, o Roadshow – Segurança das Instalações Elétricas e Sistemas Fotovoltaicos e o Seminário Gerenciamento do Risco Elétrico, onde tirarão dúvidas e orientarão os técnicos. Os dois cursos são gratuitos e oferecem certificados de participação.

A inscrição para os eventos pode ser feita diretamente on-line no site da Abracopel ou pelo whatsapp no número, 11-94114-9559.