Maceió

Após pedido de comerciantes, secretarias de Maceió fiscalizam Feirinha do Tabuleiro

Secom Maceió | 11/07/21 - 14h27 - Atualizado em 11/07/21 - 15h42
Itawi Albuquerque/Secom Maceió

As Secretarias de Segurança Comunitária de Convívio Social (Semscs) e do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) atenderam a denúncias e solicitações dos permissionários que atuam na Feirinha do Tabuleiro dos Martins e estiveram no local, neste domingo (11), para realizar o reordenamento. A fiscalização ocorreu devido à ocupação de feirantes irregulares vindos de outros municípios, que estavam causando transtorno aos feirantes e comerciantes locais. 

Segundo o secretario de Trabalho, Carlos Ronalsa, o ordenamento foi realizado em caráter de orientação, já que muitos feirantes irregulares já haviam deixado o local e seguido as recomendações da Semtabes. “A feira funciona todos os dias e há feirantes que vêm nos fins de semana, de outras cidades. Isto é um problema que acontece há muitos anos e não podemos deixar que os feirantes que trabalham de segunda a domingo sejam prejudicados”, ressaltou o secretário.

Alem de ocuparem as vias públicas, a presença dos feirantes irregulares atrapalhava o comércio da região, principalmente por atrapalhar o fluxo de pessoas, como contou o feirante Elias da Silva, que trabalha na região há 10 anos.

“Essa organização é muito importante para todos, não estamos indo contra os pais de família que estão trabalhando, mas se não manter a ordem vira bagunça e complica a situação de todos. Atrapalha o trânsito, fecha as calçadas, o pedestre não consegue passar e, assim, o cliente não consegue chegar. Então, tem que manter a ordem, para que favoreça a todos nós”, afirmou o feirante.

(Crédito: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

A ação conjunta foi estruturada após a Semtabes ter orientado os feirantes irregulares. A participação dos ficais da Secretaria Municipal de Segurança teve o intuito de organizar as atividades de ambulantes que insistissem em não cumprir as orientações.

“A Semtabes requereu a presença da Semscs para dar apoio na região da Feirinha do Tabuleiro, porque aos domingos vêm muitos ambulantes e feirantes do interior, de maneira ilegal, e ficam ocupando a feira em locais indevidos. Com isso, os feirantes e comerciantes locais estavam sendo prejudicados. A notificação desses ambulantes era difícil, porque eles não eram fixos e vinham apenas aos domingos ”, explicou Marcos André, Diretor de Convívio Social. 

O ordenamento foi feito em caráter de orientação, já que muitos ambulantes já haviam deixado o local e seguido as recomendações dos fiscais da Semscs e Semtabes. 

A Guarda Municipal realizou ainda a apreensão de um feirante que vinha causando perturbação na região e descumprindo as ordens da fiscalização. Ao ser solicitada a retirada do material que obstruía a via pública, o ambulante se alterou contra os fiscais presentes e desacatou a Guarda Municipal, reagindo à prisão. O homem foi encaminhado para a delegacia, onde foi registrado o Boletim de Ocorrência.