Maceió

Após retorno de música ao vivo, operação fiscaliza bares e restaurantes em Maceió

TNH1 com TV Pajuçara | 08/01/21 - 08h42 - Atualizado em 08/01/21 - 09h11
Reprodução / TV Pajuçara

Após autorizar o retorno das apresentações musicais em bares e restaurantes da capital, a Prefeitura de Maceió realizou uma operação integrada na noite dessa quinta-feira (7) para fiscalizar os estabelecimentos e o cumprimento dos protocolos de prevenção no combate à covid-19. 

Em entrevista ao Balanço Geral Alagoas, da TV Pajuçara, o secretário de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), Thiago Prado, afirmou que a intenção é manter esse tipo de fiscalização de maneira permanente.

"A nossa estratégia de ação é manter a operação permanente, ou seja, em dias e em horários aleatórios, tanto na parte alta quanto na parte baixa. Estaremos fiscalizando inicialmente com esse intuito educativo, até mesmo conversando com os músicos para orientá-los a que, caso as pessoas se levantem para dançar, descumprindo as regras, sobretudo sem máscaras, para que suspendam a música por um tempo, chamem a atenção dos usuários para que eles também colaborem. Isso é uma medida importante e acima de tudo para os músicos, para que eles não deixem de trabalhar como estavam todos esses meses", disse o secretário. 

"Nesse primeiro momento é um intuito educativo. É chamar para compreender o que está sendo errado naquele estabelecimento. E na próxima fiscalização, a gente pensar em autuar caso o descumprimento seja reincidente", completou. 

O decreto que estabeleceu o retorno das atividades de músicos e artistas em bares e restaurantes foi publicado no Diário Oficial da quarta-feira (6). O documento, assinado pelo prefeito João Henrique Caldas (JHC), traz diretrizes e normas de segurança que devem ser seguidas por estabelecimentos comerciais e os profissionais da música.  

"Após a liberação do retorno de música ao vivo aos bares e restaurantes da nossa cidade, montamos uma operação integrada entre secretarias do município de Maceió e diversos órgãos da própria prefeitura com o fim de manter a segurança sanitária a ponto de não corrermos riscos de voltar ao que estávamos antes, com altos índices de infecção e assim termos que suspender a música ao vivo e até mesmo o funcionamento desses bares", explicou Thiago Prado.

Ainda de acordo com o secretário, os estabelecimentos fiscalizados não apresentaram irregularidades no cumprimento dos protocolos. 

"Já passamos em mais de cinco estabelecimentos e felizmente todos estão cumprindo com rigor todos os protocolos. Os músicos, inclusive, também estão sempre passando a orientação aos usuários do estabelecimento, o que é muito importante. E mostra que todos estão imbuídos em um só objetivo, fazer com que Maceió continue com sua vida, continue recebendo o turista em nossa cidade, sem correr o risco de aumentarmos o índice de infecção de covid".