Polícia

Após ser preso, jovem confessa crime de latrocínio no Poço

Redação TNH1 | 19/07/19 - 14h49 - Atualizado em 19/07/19 - 15h15
Mauro César foi morto a facadas no Poço | Arquivo TNH1

A polícia prendeu, nesta sexta-feira (19), o assassino de Mauro César Abreu Lima, morto a facadas no dia 10 de julho, no bairro Poço, em Maceió. Lucas dos Santos Barbosa, o "Luquinhas", de 22 anos, foi detido no povoado de Luziápolis, no município de Campo Alegre, e confessou o crime em depoimento à polícia. 

Luquinhas contou para os policiais que desferiu vários golpes de faca em Mauro e tinha o objetivo de roubá-lo, para usar o dinheiro e o aparelho celular subtraído num pagamento de dívida relacionada ao tráfico de drogas. 

Segundo a polícia, desde o início da investigação, a linha de latrocínio ganhava força, já que Mauro foi encontrado com a carteira, porém sem notas de dinheiro e documentos, além de não estar com celular.

Hoje, a polícia cumpriu o mandado de prisão temporária. Também foram cumprindos dois mandados de busca e apreensão, ambos expedidos pela 9ª Vara da Capital. O assassino confesso de Mauro está à disposição da Justiça.

O crime

Mauro César foi morto a facadas nas imediações da Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, na Travessa Cipriano Jucá, no Poço, na manhã do dia 10 de julho. Apenas dois cartões de crédito estavam presentes na carteira da vítima.

De acordo com moradores e comerciantes da região, o homem não era conhecido do bairro, mas sempre passava por esse caminho durante o dia.