Interior

Arapiraca é o novo epicentro da pandemia de covid-19 em Alagoas, diz Ufal

Redação TNH1 | 17/08/20 - 19h02 - Atualizado em 17/08/20 - 19h16

A cidade de Arapiraca, no Agreste de Alagoas, é o novo epicentro da pandemia de covid-19 em Alagoas. É o que aponta o relatório do Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19 da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), com base nos dados da 33ª semana epidemiológica.

Antes localizado em Maceió, o epicentro da pandemia migrou para a Arapiraca com o avanço da doença para o interior do estado. No boletim que analisou a 32º semana epidemiológica, os pesquisadores já chamavam atenção para a situação de Arapiraca com relação ao aumento do número de casos e de mortes no município. Foram 1.761 novos casos na última semana, o correspondente a cerca de um terço das notificações do estado.

“Considerando a indicação de um período mínimo de quatorze dias para o início de um período de estabilização, apenas a terceira região de saúde apresentou evidência de controle da transmissão do novo Coronavírus ao final da 33ª semana epidemiológica. As demais regiões analisadas ainda apresentam algum grau de variabilidade que acompanha o processo de interiorização da transmissão do vírus, que deslocou o epicentro alagoano da pandemia de Maceió para Arapiraca”, diz trecho da conclusão do estudo.

Os pesquisadores ainda chamam atenção para ao fato de que o pandemia ainda está longe de acabar e que população dele manter os cuidados. “É importante que fique claro para a sociedade que a pandemia não está próxima de seu fim e precisamos nos adaptar a esta nova realidade até que tenhamos uma vacina. Ignorar este fato poderá custar a saúde e, no pior cenário, a vida de muitos alagoanos”.

Leia o estudo completo.