Alagoas

Assinantes de TV em AL vão receber mensagens de alerta da Defesa Civil

TNH1 com Agência Brasil | 23/09/19 - 17h04 - Atualizado em 23/09/19 - 17h06
Valter Campanato/Agência Brasil

Os assinantes de TV por assinatura de Alagoas vão começar a receber mensagens de alerta de risco encaminhadas pela Defesa Civil. Os comunicados vão ser enviados à população em caso de desastres como alagamentos, enxurradas, deslizamentos de terra, vendavais, chuvas de granizo, entre outros. A informação é da Agência Brasil. 

Além do Estado, os assinantes do Espírito Santo, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro também vão receber as divulgações do órgão. O projeto é coordenado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em conjunto com as prestadoras de TV por assinatura e os órgãos vinculados à Defesa Civil, representados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad). 

Em Alagoas, o cronograma de ativação foi antecipado em razão do cenário de riscos de afundamento do solo no bairro Pinheiro, em Maceió, em complemento a outras medidas que vem sendo executadas pelos órgãos competentes na região. Além do Pinheiro, os bairros Mutange e Bebedouro também estão em área de risco. 

O cliente da TV por assinatura receberá a mensagem em formato de pop-up (imagem sobreposta à tela) com tempo de exposição de 10 segundos, em caso de alerta. Na tela será exibida a seguinte mensagem: “DEFESA CIVIL: agora os ALERTAS de RISCO estão na sua TV. Fique ligado!”. Não será necessário cadastro por parte dos assinantes e haverá a opção de fechar a janela se desejar.

O envio de mensagens de alerta já está disponível aos assinantes das empresas Claro (NET), Vivo, Oi, Sky e NossaTV, nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul e, até o final do ano, estará implantado em todo o país.

Pelo cronograma, o serviço será ativado no estado de São Paulo, no dia 21 de outubro. Em seguida será a vez das regiões Centro-Oeste e Norte, no dia 18 de novembro; e na Região Nordeste, no dia 16 de dezembro.

Desde 2017, a Defesa Civil já encaminha mensagens de alerta a telefones celulares por meio de SMS. No total, foram disparadas mais de 700 milhões de mensagens para 6,7 milhões de clientes da telefonia móvel de todo o país, entre fevereiro de 2017 e agosto de 2019.