Gente Famosa

Astro mirim dos anos 2000 revela quantia absurda que acumulou aos 19 anos

Revista Monet | 27/03/24 - 12h26
Foto: Reprodução

Frankie Muniz, ex-astro mirim dos anos 2000, não ganhou o rótulo de "adolescente mais poderoso de Hollywood" à toa naquela época. Logo aos 12, estreou seu primeiro filme; aos 15, começou na série que seria a maior responsável por sua fama: 'Malcolm in the Middle'.

Ao contrário de muitas jovens estrelas, Frankie, que hoje tem 38 anos, não teve uma experiência traumática em Hollywood — além disso, aproveitou direitinho seu sucesso e conseguiu juntar uma baita grana.

Durante uma conversa no reality 'I'm A Celebrity… Get Me Out Of Here!', Frankie Muniz abordou sua relação com haters e admitiu que, às vezes, optava por respondê-los na mesma moeda. "Um garoto escreveu [para mim certa vez]: 'Sinto muito, mas sua atuação é simplesmente horrível'", detalhou aos outros participantes do programa, antes de revelar sua resposta.

"E eu estava fazendo um filme e disse: 'Sim, é, mas você sabe o que não é horrível? Me aposentar aos 19 anos com US$ 40 milhões (atualmente, essa quantia valeria cerca de R$ 200 milhões). Boa sorte ao sair da casa da sua mãe antes dos 35 anos", ele alfinetou o crítico na ocasião.

No reality, o ator admitiu que não costumava responder haters, "mas de vez em quando você tem que revidar, você só consegue aguentar alguns socos antes de ser nocauteado”, disse ele. “Tenho que revidar, eu também sou humano. Se você consegue atacar, você precisa ser capaz de aguentar.”

Além de revelar o alto valor acumulado em tão pouco tempo de vida, ele também deixou claro que já tem o suficiente para nunca mais trabalhar. Atualmente, Frankie mora no Arizona com a esposa e o filho pequeno e é piloto profissional de corrida.

Questionado se já tem grana para se aposentar totalmente, nem titubeou: "100%". “Mas sou neuroticamente motivado. Sempre trabalhei desde os oito anos de idade. Não sei como apenas viver o momento e não focar no que farei a seguir", explicou.

Frankie estrelou a série 'Malcolm in the Middle' ao longo de 150 episódios entre 2000 e 2006; ele chegou a ganhar cerca de US$ 150 mil por episódio à época. O famoso também já esteve em produções como 'O Grande Mentiroso' (2002), 'O Agente Teen' (2003) e 'Stay Alive: Jogo Mortal' (2006).

Apesar de tudo isso, explicou recentemente ao site australiano News que preferiu se afastar de Hollywood pela sua saúde mental. "Nunca senti que me encaixasse totalmente no mundo de Hollywood, mesmo estando no mundo. Fui indicado ao Emmy e ao Globo de Ouro e ficava indo para todas essas coisas, mas pensava, 'como estou aqui?'"

"Odiava Los Angeles, então meio que fiquei no meu próprio mundinho, minha própria bolha. E me mudar para o Arizona, fiz isso por impulso, e percebi imediatamente que comecei a olhar para cima. Comecei a apreciar as árvores e pássaros no céu. Ir ao supermercado era algo divertido. Você não tem isso em LA. É uma experiência miserável."

Recentemente, ele também admitiu que jamais deixaria seu filho ser ator enquanto criança: “E não porque tive uma experiência ruim, porque, sendo sincero, minha experiência foi 100% positiva. Mas eu conheço tantas pessoas, amigos próximos, com experiências negativas insanas. Só acho que acaba sendo um universo muito hostil. Eu nunca me importei com rejeição, mas há muita rejeição”.