Futebol

Atacante do CSA, Iury Castilho denuncia ataque racista após vitória sobre Cruzeiro

Redação TNH1 | 27/09/21 - 17h52 - Atualizado em 27/09/21 - 17h52
Augusto Oliveira / CSA

O atacante do CSA, Iury Castilho, autor do gol da vitória de virada sobre o Cruzeiro no domingo, 26, no Independência, em Belo Horizonte, denunciou nesta segunda-feira, 27, ter recebido ataque racista de um homem nas redes sociais. 

O jogador azulino divulgou no próprio perfil no Instagram os prints e o áudio com as ofensas. O homem, identificado como Thiago e que seria torcedor do Cruzeiro, faz diversos xingamentos ao atleta e o ataca chamando-o de macaco. 

Iury rapidamente ganhou apoio e teve a denúncia compartilhada por vários torcedores azulinos. A imprensa de Minas Gerais também destacou as denúncias. Ao ge/al, Castilho classificou o caso como abominável. 

"Nós temos que denunciar qualquer que seja a atitude racista de um ser humano. É abominável. Quando recebi as mensagens, só lembrei de tudo que fiz e lutei para chegar até aqui. Sou preto com muito orgulho. Abençoado. Feliz com tudo que construí. Só tenho a lamentar por essas pessoas. São uns coitados. Não vou me vitimizar, não. Não preciso disso. Só cobrarei respeito. Minha vida é marcada por lutas, derrotas e muitas vitórias", disse o artilheiro que tem 8 gols nesta Série B.


Foto: Reprodução / Instagram

Iury foi o carrasco do CSA nos dois jogos com o Cruzeiro nesta Série B. O atacante marcou os dois gols da vitória em Maceió e ontem fez o gol da virada em Minas Gerais. Na comemoração, o atacante de 26 anos relembrou o suposto áudio que Thiago Neves, ex-jogador da Raposa, teria enviado ao ex-presidente Zezé Perrela, e viralizou ao comemorar imitando a ligação "Fala, Zezé! Bom dia, cara". O áudio virou meme em 2019 e o time mineiro não venceu o CSA desde então. Foram cinco jogos, sendo quatro vitórias para os alagoanos e um empate.