Saúde

Atendimentos a síndromes gripais sobem 133% nos últimos 15 dias em Arapiraca

Assessoria Arapiraca | 04/01/22 - 11h08 - Atualizado em 04/01/22 - 11h17
Pablício Vieira/Ascom Arapiraca

O número de atendimentos a casos de Síndromes Gripais segue em alta em Arapiraca. De acordo com Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde, o Pronto Atendimento Municipal registrou um aumento de 133% de pacientes com sintomas característicos de gripe.

De acordo com o coordenador de Epidemiologia, enfermeiro Evandro Melo, nos últimos 7 dias, esse aumento foi de 43% no local, que funciona no Complexo Multiprofissional de Saúde, no bairro Baixa Grande. Nessa segunda-feira (3), foram 159 atendimentos no complexo.

“Só nesse domingo, dia 2 de janeiro, o Pronto Atendimento Municipal registrou 140 atendimentos a Síndromes Gripais. Este aumento também tem sido registrado nas Unidades Básicas de Saúde espalhadas pelos bairros e comunidades de Arapiraca”, disse o coordenador.

Sobre os casos de Covid-19, Evandro Melo explica que não houve aumento expressivo no número de casos positivos nos últimos 30 dias, mas a Secretaria de Saúde segue em monitoramento constante.

O coordenador médico de Arapiraca, Celso Marcos, explica que a procura pelo atendimento médico em casos de síndromes gripais é muito importante, principalmente porque os sintomas são muito parecidos com a Covid-19, como tosse, febre ou calafrios, coriza, dor de garganta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos ou sensibilidade ocular, dor muscular, fadiga, diarreia e vômito.

“É muito importante que quem apresentar esses sintomas, procure uma Unidade Básica de Saúde para que possa ser avaliado por um médico. “, explicou.

Ainda segundo ele, os protocolos de segurança sanitária precisam ser mantidos. “Os cuidados são os mesmos, tanto para Covid-19 quanto para a Influenza e outros vírus. Manter o distanciamento social, principalmente quando se apresentar sintomas; usar máscara de proteção facial, usar álcool em gel e higienizar frequentemente de mãos e superfícies são alguns dos cuidados que devem ser mantidos”, explicou ele.

Ainda segundo o coordenador médico, crianças abaixo de seis anos, idosos e imunocomprometidos estão sob o público que deve intensificar os cuidados. Além das Unidades Básicas de Saúde, também estão disponíveis para atendimento à população o Pronto Atendimento Municipal, no Complexo Rogério Auto Teófilo, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Noel Macêdo, no bairro Itapoã.