Artigos

Biota inicia campanha para resgate de animais marinhos

Da Redação | 14/10/21 - 19h17 - Atualizado em 14/10/21 - 19h18
Campanha do Biota teve início nesta quinta-feira, em Maragogi | Divulgação/Biota

O Instituto Biota de Conservação, ONG fundada em 2009 com o objetivo de contribuir para a pesquisa científica e conservação da fauna e ecossistema marinhos, iniciou uma campanha para conscientizar a população sobre como proceder quando se avista um animal marinho encalhado, por exemplo. A finalidade da campanha é otimizar o tempo resposta das equipes no trabalho de resgate do animal e, com isso, elevar as chances de sobrevivência.

De acordo com os integrantes do Biota, a campanha começou, nesta quinta-feira (14), percorrendo o município de Maragogi, no litoral Norte, com o intuito de formar uma rede de colaboradores – entre moradores, comerciantes e servidores públicos – que vai auxiliar nos registros de fauna marinha ao longo da costa alagoana.
O Biota orienta que, em caso de flagrante de encalhe, deve-se evitar qualquer contato com o animal e ligar imediatamente para as equipes. Três telefones foram disponibilizados: 99115-2944, 98815-0444 e 99115-5516.

Na mesma campanha, o Biota alerta, ainda, para a responsabilização pela prática de crime ambiental daqueles que cometem maus-tratos contra animais, especialmente os peixes-boi que habitam a região Norte do estado.

De acordo com resolução do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Cepram), as condutas de perseguir, tocar, oferecer alimento ou bebida, tentar atrair ou afugentar, interromper ou desviar o curso de deslocamento, além de manipular os equipamentos e acessórios de marcação, sem licença própria de pesquisa, configuram molestamento de peixes-boi e tartarugas marinhas, podendo ser enquadradas como infração administrativa ou crime ambiental.

A campanha também conta com o apoio de parceiros como o SOS Mata Atlântica, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Prefeitura de Maceió e Governo de Alagoas.