Maceió

Braskem inicia paralisação da atividade de extração de sal em Maceió

Redação TNH1 | 09/05/19 - 13h30 - Atualizado em 09/05/19 - 13h43
Divulgação

A Braskem informou nesta quinta-feira (09) que deu início ao processo de paralisação do serviço de extração de sal e da consequente paralisação das fábricas de cloro-soda e dicloretano localizadas no bairro de Pontal da Barra, em Maceió.

O anúncio aconteceu um dia após a divulgação do laudo produzido depois de estudos do Serviço Geológico do Brasil sobre os bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro. O relatório apontou que a atividade da empresa na extração de sal-gema foi a causadora da instabilidade do solo na região. 

Por meio de nota, a Companhia comunicou que avalia os impactos na planta de PVC em Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió, e nas suas plantas do Polo de Camaçari, na Bahia, pois elas estariam integradas na cadeia produtiva. 

A Braskem também afirmou que vai usar os padrões de segurança aplicáveis para o processo.

Leia a nota na íntegra:

A Braskem iniciou o processo de paralisação da atividade de extração de sal e da consequente paralisação das fábricas de cloro-soda e dicloretano localizadas no bairro do Pontal da Barra em Maceió/AL. Além disso, a Companhia está avaliando os impactos na planta de PVC em Marechal Deodoro/AL e nas suas plantas do Polo de Camaçari/BA, uma vez que estão integradas na cadeia produtiva. A empresa usará todos os padrões de segurança aplicáveis para esse processo.

Essa medida ocorre em função dos desdobramentos decorrentes da divulgação do Relatório n.1 pelo Serviço Geológico do Brasil – CPRM, que discorre sobre as causas dos eventos geológicos que afetaram o bairro do Pinheiro. A Companhia analisará os resultados apresentados bem como as medidas cabíveis a respeito do assunto. A Braskem vem colaborando com as autoridades na identificação das causas dos eventos com apoio de especialistas independentes. Tendo em vista o compromisso com a segurança das pessoas, a Braskem reafirma que continuará implementando as ações emergenciais na região e avaliará junto aos órgãos competentes a implementa&cce dil;ão de medidas adicionais.