Polícia

'Brincadeira de mau gosto', dizem suspeitos de agressão a moradores de rua

Redação TNH1 | 13/02/20 - 14h58 - Atualizado em 13/02/20 - 15h06
Reprodução / Redes Sociais

Os suspeitos de terem intimidado e agredido pessoas em situação de rua estão sendo interrogados na tarde desta quinta-feira (13) pela Polícia Civil. A informação foi confirmada pelo delegado Fábio Costa, da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic). 

Segundo o delegado, eles confessaram a conduta e não apresentaram justificativa para o fato. "Disseram apenas que foi uma 'brincadeira de mau gosto'", relatou o delegado. 

"Está sendo estudado o indiciamento pelos crimes de usurpação de função pública e constrangimento ilegal", explicou Fábio Costa ao TNH1

Em entrevista à TV Pajuçara, o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas, Daniel Gueiros, disse que os vídeos e a identificação de um suspeito já tinham sido entregues à Polícia Civil. 

“Trata-se de um fato socialmente hediondo e que choca muito. Este caso serve de alerta para reiterar a importância dos cuidados com a população em situação de rua”, afirmou.  

Entenda o caso 

O caso ganhou repercussão após os vídeos, que foram postados numa lista de “melhores amigos” de uma rede social, terem viralizarado em um aplicativo de conversas. É possível ouvir que os jovens se identificam como policiais durante as abordagens. Os vídeos retratam agressões e situações de constrangimentos, a exemplo de um morador de rua que é obrigado pelo grupo a tirar a roupa.

Após tomar conhecimento do conteúdo do vídeo, a Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL), por meio da Comissão de Direitos Humanos (CDH), denunciou à polícia e está acompanhando o caso. 

Como proceder nesses casos?

A OAB orienta que denúncias de sistuações como esta devem ser encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos da OAB/AL, no prédio que fica no Centro de Maceió, e também na Polícia Civil.