Futebol

Cabo questiona critérios, diz que árbitro minou CRB e perseguiu Léo Ceará

Paulo Victor Malta | 13/11/19 - 15h59 - Atualizado em 13/11/19 - 16h06
Futurapress / Folhapress

O técnico Marcelo Cabo questionou os critérios do árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (CBF/PB) no empate com o Vitória, na última terça-feira (12), no Barradão. Ao término da partida, o treinador do CRB afirmou que o árbitro "perseguiu" o atacante Léo Ceará. 

"A gente tem que ter muita calma para analisar todo o contexto. Eu vi a imagem agora no vestiário, o pênalti foi, o critério é o vermelho... O problema não é o pênalti, não é o vermelho. O problema foi o critério das faltas para uma equipe e para a outra e os critérios dos cartões. Ele pendurou a nossa equipe toda, a minha linha de quatro toda no primeiro tempo. A falta que originou o pênalti, foi uma falta clara no Léo. Ele estava com uma clara perseguição com o Léo. O Léo não jogou, ele (Léo Ceará) apanhou o jogo todo e ele (árbitro) não dava nenhuma falta", reclamou Cabo. 

"O Marcelo não deixou a minha equipe jogar. Tudo o que encostava no Wesley, era falta. O Alisson e o Léo apanharam muito no jogo. Eram muitas faltas nos dois, que não foram dadas. O critério do Marcelo foi um critério que ele pendurou a minha linha de quatro. Ele não deixou o meu time jogar, minou o meu time", criticou. 


Foto: Gustavo Henrique / CRB

Com o resultado, o CRB ficou com 51 pontos, na sétima colocação, viu Coritiba e Atlético-GO chegarem aos 57 e abrirem seis de vantagem em relação ao G-4.

"Temos nove pontos a disputar e podemos chegar a 60. Se matematicamente tem chance, então a gente vai buscar. E a meta agora do CRB é terminar a competição com 60 pontos. E depois vamos ver o que a competição vai reservar no final. Vamos buscar esses três jogos que restam, essa final contra a Ponte Preta dentro de casa, esse espírito que a gente trouxe pra cá, levar diante do nosso torcedor e a gente tentar os três pontos no sábado", analisou Marcelo Cabo.

O CRB volta a campo neste sábado (16) para enfrentar a Ponte Preta às 16h30, no Rei Pelé, em Maceió, no jogo válido pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. 

"