Alagoas

Carne de animais mortos por raio não deve ser consumida, alerta Vigilância Sanitária

João Victor Souza com TV Pajuçara | 23/01/20 - 12h51 - Atualizado em 23/01/20 - 14h25
Grupo de pessoas de Santana do Mundaú tenta aproveitar carne de bois mortos por raio | Arquivo

Após uma descarga elétrica matar três bois que pastavam em um sítio no município de Santana do Mundaú, nessa quarta-feira (22), muitas dúvidas surgiram em relação ao consumo da carne dos animais que morrem nessas condições. 

Nesta quinta-feira (23), o programa Fique Alerta, da TV Pajuçara, entrevistou o gerente da Vigilância Sanitária Estadual, Paulo Bezerra, para saber se pode ter o aproveitamento do alimento e quais consequências para a saúde do ser humano isso pode provocar.

Paulo Bezerra relatou que o Ministério da Agricultura, Pecuária e e Abastecimento (Mapa) é taxativo em relação ao consumo: não se deve comer carne de qualquer animal morto por descarga elétrica.

"A recomendação é queimar a carcaça e enterrar, porque quando o raio incide sobre um animal, o sangue coagula imediatamente, e isso faz com que tenha uma contaminação. Nos matadouros, por exemplo, o boi fica pendurado para o sangue escorrer o mais rapido possível. O sangue pode acarretar várias doenças", explicou Bezerra.

Para ele, a falta de higiene no momento de abrir o bicho também resulta na contaminação; "Tecnicamente a gente diz que o boi morto pelo raio está deitado no capim, ou seja, no barro, na lama, e ele vai ser aberto sem as condições mínimas de higiene. E há risco de contaminação", ressaltou.

Sobre o procedimento que deve ser adotado por quem já comeu carne de animal que morreu nessas condições, Bezerra destacou que se deve monitorar as reações do corpo e, em caso de alteração no organismo, procurar uma unidade de saúde para seguir as orientações médicas.

"Pode ser que a pessoa coma e não tenha nada. Vai depender do organismo de cada um. Mas tem que ficar em alerta, qualquer sintoma de anormalidade é importante procurar um médico", finalizou.

População tenta aproveitar carne de bois mortos por raio

Imagens enviadas ao TNH1, nessa quarta-feira (22), mostram um grupo de pessoas cortando os bois que morreram após descarga elétrica, no Sítio Jenipapo Mariana, que fica em Santana do Mundaú, no limite com o município vizinho, União dos Palmares, região da Zona da Mata alagoana. A população teria o interesse em aproveitar a carne dos animais para comer. 

O fato aconteceu logo após o anuncio de alerta feito pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de que choveria forte em Alagoas, com a previsão  inclusive de raios.