Saúde

Casa de passagem para moradores de rua em Maceió tem 28 infectados por Covid-19

Eberth Lins | 26/05/21 - 13h41 - Atualizado em 26/05/21 - 14h51
Foto: Cortesia ao TNH1

A Casa de Passagem São Vicente de Paulo, no bairro Jaraguá, em Maceió, está sofrendo um surto de casos de Covid-19. O local, que recebe em média 400 pessoas em situação de vulnerabilidade, a maioria população em situação de rua, já notificou, desde a última sexta-feira, 21, 28 casos confirmados da doença, até o início da tarde desta quarta-feira (26).

O número de casos confirmados, no entanto, pode ser ainda maior, segundo o administrador da casa, frei João.

"Somos uma casa de passagem e não temos controle sobre a circulação dessas pessoas. Aqui todos ficam muito próximos, contato que nos deixa preocupados sabendo que esse surto pode ser muito maior", disse o frei ao TNH1.

Outra preocupação da administração da casa de passagem é convencer as pessoas confirmadas com doença a adotarem o isolamento social. "São pessoas que entram e saem daqui a todo tempo e alguns não aceitam a recomendação de que é preciso ficar em isolamento. Um deles até já pulou o muro e fugiu. Outro, estamos aqui tentando convencer para que vá ao hospital", explicou o frei.

De acordo com o frei, os primeiros casos foram confirmados na última sexta-feira (21), quando foram notificadas sete pessoas infectadas. De lá até hoje foram notificados mais 21, sendo 12 somente nesta quarta.

"Entramos em contato no mesmo dia com a Secretaria Municipal de Assistencia Social [Semas] e hoje tivemos um retono. Eles ficaram de providenciar a logística de isolamento para os próximos positivados", acrescentou.

Em nota enviada à reportagem do TNH1, a assessoria de comunicação da Semas informou que as pessoas da Casa de Passagem São Vicente de Paula que testaram positivo serão transferidas. Confira a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Assistência Social informa que está realizando a transferência das pessoas da Casa de Passagem São Vicente de Paula, que testaram positivo para o Coronavírus. Eles estão sendo levados para o abrigo municipal e são acompanhados por equipes da Assistência Social e da Saúde, recebendo todos os cuidados necessários, como refeições e assistência médica. A Secretaria informa ainda que 22 pessoas já estão recuperadas e 18 estão sendo transferidas.

Testagem e isolamento

Os usuários da Casa de Passagem confirmados com a doença estão sendo enviados para tratamento no Hospital de Campanha montado no Ginásio do Sesi, no Trapiche da Barra. Segundo informações iniciais, a maioria dos casos confirmados foi em usuários jovens e sem comorbidades.

Uma testagem em massa será realizada ainda nesta quarta-feira. "Uma equipe da Sesau [Secretaria de Estado da Saúde] está aqui para montarmos uma logística para testagem e vacinação dos nossos usuários", complementou frei João.

A casa de passagem é um instituto religioso que faz parte da Casa de Ranquines. No local são servidas refeições a moradores de rua e disponibilizado material e espaço para higiene pessoal.