Maceió

Casa que virou "depósito de lixo" na Pajuçara era foco de animais peçonhentos

Duas cobras, escorpiões e ratos foram encontrados entre 40 toneladas de lixo

14/04/16 - 10h52 - Atualizado em 14/04/16 - 14h00
Helio Góes

Uma casa abarrotada de lixo, na Rua Elísio de Carvalho, bairro da Pajuçara, em Maceió, foi alvo de fiscalização da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) na manhã desta quinta-feira (14). Duas cobras, escorpiões e ratos foram encontrados no local e mortos pelos agentes.

De acordo com informações da Slum, um homem convivia com os animais peçonhentos e cerca de 40 toneladas de lixo, alegando usar o material para produzir peças artísticas. Ele disse trabalhar como artista plástico.

A família do homem, no entanto, apresentou laudos médicos que comprovam que ele sofre de problemas psiquiátricos.

Segundo o coordenador de fiscalização da Slum, Carlos Tavares, trata-se de mais um acumulador de lixo na Capital. "Ele tentou resistir inicialmente [à ação da Slum], mas depois passou a nos ajudar a retirar os entulhos de dentro de casa", comentou Tavares durante entrevista ao TNH1.

Pelo menos cinco denúncias de acumuladores como essa ocorrem por semana, através do telefone 3315-2600, segundo a Slum.