Polícia

Caso Raíssa: Polícia investiga três suspeitos no assassinato de garota 

Teresa Cristina | 07/07/21 - 16h24 - Atualizado em 09/07/21 - 08h56

A Polícia Civil está investigando três suspeitos de participação no assassinato da menina Ingrid Raíssa, de 11 anos, encontrada morta no dia 22 de junho na cidade de Rio Largo. A informação foi confirmada ao TNH1 pelo delegado Valter Nascimento, diretor de Polícia Civil (PC) da Capital e Região Metropolitana. 

De acordo com o delegado, foram collhidos materiais genéticos de três indivíduos, um deles menor de idade, para que seja comparado com o material encontrado no corpo da garota. “O titular do inquérito está de licença e estamos seguindo com as investigações. Solicitamos ao Instituto de Criminalística e estamos aguardando o resultado desta análise”, informou Nascimento.  

Um dos suspeitos, um adolescente de 17 anos, foi levado à Central de Flagrantes no dia 28 de junho. Ele foi liberado, após ser ouvido pela delegada Elizabeth Carvalho.

O caso 

O corpo de Ingrid Raissa foi encontrado no dia 22 de junho em um local de difícil acesso na zona rural de Rio Largo.  A garota estava desaparecida havia dois dias, desde que tinha saído de casa, no Sítio Canoas, por volt das 15 horas.