Maceió

Cemitério de Bebedouro é interditado pela Prefeitura por instabilidade do solo

Ana Carla Vieira | 19/10/20 - 12h31 - Atualizado em 19/10/20 - 12h59
Arquivo/Reprodução

O Diário Oficial do Município (DOM) de Maceió desta segunda-feira (19), trouxe uma portaria que determina a interdição do cemitério Santo Antônio, no bairro do Bebedouro, em razão da instabilidade geológica da região.

De acordo com a publicação, ficam autorizadas os sepultamentos em jazigos particulares do cemitério, até a definição de traslados dos restos mortais para outros locais.

Por meio de nota, a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) informou que realizou um levantamento das áreas afetadas para alinhar junto à Braskem, e poder tomar as medidas cabíveis. De acordo com a assessoria de comunicação da superintendência, esse estudo ainda vai ser apresentado e deve definir ações como se os restos mortais serão retirados e para onde devem ser levados.

A portaria da Sudes considera os danos causados pelas minas de exploração de sal-gema da Braskem; os problemas geológicos, que além de provocar o “afundamento” do solo em alguns bairros de Maceió, geram danos estruturais em imóveis e o esvaziamento populacional dessas áreas e considera também que o bairro do Bebedouro é um dos mais afetados, junto com Pinheiro e Mutange.