Brasil

Chefe de facção no RJ é preso em apartamento de luxo à beira-mar de João Pessoa

O São Gonçalo | 23/02/19 - 09h06 - Atualizado em 23/02/19 - 11h20
Cláudio Sant'anna, conhecido como Lico | Divulgação / PC-PB

Apontado pela polícia como um dos mais antigos líderes do tráfico de Niterói em liberdade, Luiz Cláudio Sant'Anna, o 'Lico', de 42 anos, foi preso na tarde dessa sexta-feira (22) em uma megaoperação montada entre equipes das polícias do Rio de Janeiro e da Paraíba.

'Lico, segundo as investigações, levava uma vida de luxo em João Pessoa, com o dinheiro que ganhava 'alugando' territórios em comunidades do Complexo da Viradouro, na Zona Sul de Niterói, para a exploração do comércio de drogas.

Com quarenta e duas anotações em sua ficha criminal, 'Lico' estava foragido da Justiça, após cumprir pena por tráfico e homicídios no Estado do Rio, entre outros crimes. Os responsáveis pelas investigações o apontam como violento nas funções de 'primeiro escalão' da organização criminosa 'Comando Vermelho'.

Artista

De acordo com as investigações da polícia, 'Lico' morava em um luxuoso apartamento à beira mar na localidade e levava uma vida confortável em um condomínio de luxo no bairro Tambaú, à beira da praia de mesmo nome, um dos pontos mais valorizados da capital paraibana.

Especializado em quadros com pintura a óleo, ele assinava as obras com o nome 'Luiz Águia' e também fazia exposições para a alta sociedade do Estado.