Maceió

Chuvas elevam número de imóveis para evacuação no Pinheiro

TNH1 com Secom Maceió | 10/02/19 - 14h42 - Atualizado em 10/02/19 - 14h43
Dinário Lemos | Titular da Defesa Civil de Maceió

Conforme mapeamento do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e da Defesa Civil de Maceió, 526 imóveis devem ser evacuados no bairro Pinheiro. A estimativa anterior era de 493 evacuações, no entanto, após as chuvas da última semana, técnicos avaliaram a necessidade de retirar mais 33 imóveis que não constavam anteriormente na lista.

Do total de imóveis mapeados, segundo o titular da Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos, 408 proprietários já tiveram seus cadastros realizados e, destes, 88 estão com pendência em relação à documentação, por isso ainda não foram encaminhados ao Governo Federal. As demais vistorias e cadastros devem ser realizadas nas próximas semanas.

A Defesa Civil de Maceió segue com o cadastro de famílias no bairro Pinheiro para a inclusão na ajuda humanitária cedida pelo Governo Federal, que tem liberado o pagamento de auxílio-moradia aos que tiveram imóveis com danos em decorrência do surgimento de fissuras. Após o repasse dos recursos para as 80 primeiras famílias, realizado na semana passada, a Defesa Civil aguarda a liberação de dois novos lotes, que contemplam 240 proprietários cadastrados.

Dinário Lemos explica que, ao todo, já foram encaminhados ao Governo Federal 320 cadastros, sendo 80 no primeiro lote – já liberado; 115 no segundo lote e 125 no terceiro lote – ambos ainda em análise pela União, totalizando 320. Os recursos do segundo e terceiro lote devem ser liberados a partir da próxima semana, conforme repasse à Prefeitura.

“Conforme solicitamos, 80 famílias já tiveram acesso ao benefício e aguardamos para a próxima semana a liberação para mais 240 cadastrados. Seguimos com as vistorias diariamente e 408 já foram cadastrados, no entanto 88 deles ainda estão com documentações em falta e, assim que resolvidas as pendências, encaminharemos nova solicitação para a liberação do auxílio-moradia”, disse Dinário Lemos.

Segundo ressalta o gestor da Defesa Civil, o prefeito Rui Palmeira, em reuniões em Brasília e em Maceió, teve a garantia do Governo Federal para o empenho dos recursos previstos pela ajuda humanitária em relação ao auxílio-moradia. Dinário Lemos acrescenta que, caso necessário, serão realizadas novas solicitações de repasse financeiro.

Entre as evacuações, são 60 casas e 466 apartamentos entre os residenciais Jardim Acácia, Potengy, Divaldo Suruagy, Belo Horizonte, Espanha, Vida Bela, Lagoa Rocas, San Francisco, Marrakech e Edifício Adriano.

Todas as informações sobre o auxílio-moradia podem ser acessadas neste link: http://www.maceio.al.gov.br/wp-content/uploads/2019/01/pdf/2019/01/Perguntas-e-Respostas-ajuda-humanit%C3%A1ria.pdf