Maceió

Chuvas fortes causam estragos há anos em Maceió; veja levantamento desde 2005

Agência Tatu | 21/02/20 - 17h17 - Atualizado em 21/02/20 - 18h12

O temporal que atingiu a capital alagoana na tarde de dessa quinta-feira, 20, pegou muita gente de surpresa. Em poucas horas, ruas e avenidas ficaram alagadas, parte do muro de uma casa na Grota do Arroz caiu, o teto de uma academia cedeu e o trânsito ficou lento em vários pontos da cidade.

Cenas de desastres por conta de chuvas intensas não são novidade na vida do maceioense e apontam a ausência de um planejamento urbano que resista às oscilações meteorológicas e ao histórico de precipitações.

Em Maceió, os dias mais chuvosos dos últimos 15 anos registraram índices pluviométricos que variaram desde 56,4mm em 2005 até 187,8mm em 2010. Cada milímetro de chuva equivale a 1 litro de água por metro quadrado. O levantamento foi realizado pela Agência Tatu a partir de dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

Nessa quinta-feira (20), segundo a Sala de Alerta da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh), foram registrados 48 milímetros de chuva. Leia a reportagem completa.