Maceió

Com medo do H1N1, pessoas fora dos grupos prioritários tentam vacina em Maceió

25/04/16 - 11h55 - Atualizado em 25/04/16 - 14h59
Lucas Thaynan/TNH1

Alagoas está entre os estados que iniciaram nesta segunda-feira (25) a  vacinação contra a gripe H1N1 na rede pública de saúde.

Apesar da indicação do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde de que só pessoas dos grupos considerados prioritários têm direito à imunização gratuita, muita gente que não se enquadra nos requisitos compareceram às unidades de saúde para tentar a sorte.

É o caso do professor Eduardo Miranda, que mora em Maceió e percorreu 20 km até o II Centro de Saúde para tentar ser vacinado contra a gripe H1N1.

Eduardo disse à reportagem do TNH1 que está ciente de que não faz parte do grupo considerado “prioritário”, mas ele e a mulher estavam na fila que se formou no posto nesta manhã.

“Eu vim pois estou com medo. Três pessoas da minha família estão com suspeita de ter a gripe H1N1 e não posso deixar de me prevenir”, relata.

*Estagiário sob supervisão