Polícia

Conselho Tutelar entrega relatório ao MPE sobre adolescente espancado pelo pai e pelo irmão, nesta segunda-feira

Redação TNH1 | 30/08/20 - 15h46 - Atualizado em 30/08/20 - 16h37

O Conselho Tutelar da 4ª Região, no bairro do Bebedouro, em Maceió, vai apresentar ao Ministério Público, nesta segunda-feira, 31, um relatório com todas as informações e procedimentos sobre o caso do adolescente espancado pelo pai e pelo irmão após assumir a sua homossexualidade para a família.

De acordo com o conselheiro tutelar Celso Deoclécio, a delegada Adriana Gusmão, titular da Delegacia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente ouviu o pai do adolescente nessa sexta-feira, 28. Ele teria alegado que agiu em legítima defesa e que o adolescente é usuário de drogas.

“Não vejo no adolescente característica de alguém que usa drogas”, disse o conselheiro, ao questionar a versão do pai.

Em entrevista ao TNH1, na última sexta-feira, o presidente do Grupo Gay de Alagoas, Nildo Santos, disse também que vai exigir da polícia que o caso seja investigado como LGBTfobia e que tanto o pai como o irmão sejam enquadrados na Lei de Combate ao Racismo. “O caso também deve ser tratado como tentativa de homicídio.