Polícia

Consultor de negócios é preso na Jatiúca suspeito de aplicar R$ 1 milhão em golpes em Minas Gerais 

TNH1 com Ascom PC | 14/04/21 - 13h09 - Atualizado em 14/04/21 - 13h13
Foto: Cortesia / PC AL

Nesta quarta-feira (14), um consultor de negócios foi preso em Maceió suspeito de integrar uma organização criminosa que aplicou golpes que somam  R$ 1 milhão, em Minas Gerais.

De acordo com a Polícia Civil de Alagoas (PC-AL), o homem identificado como Narciso Miranda de Mello é natural de Belo Horizonte e foi preso em um condomínio residencial no bairro da Jatiúca. A prisão é parte da Operação Creonte, deflagrada pela PC de Minas Gerais, que apura crimes de estelionato, furto mediante fraude e lavagem de dinheiro. 

Segundo a polícia, também foi cumprido mandado de busca e apreensão na sede de uma empresa de consultoria, em Belo Horizonte, "visando angariar documentos que corroboram as demais provas já anexadas aos autos do inquérito".


Foto: Cortesia PC AL

Além do preso na capital alagoana, outro suspeito foi detido em Belo Horizonte e uma terceira pessoa está foragida. 

Os suspeitos, conforme a polícia,  utilizavam de diversas técnicas de engenharia social para convencer as vítimas, na maioria idosos e pensionistas, a pedirem empréstimos consignados e repassarem os valores para serem investidos pela companhia. Após o empréstimo ser creditado na conta corrente da vítima, os suspeitos realizavam transferências bancárias para conta de terceiros.

Foto: Cortesia PC MG

"Apurou-se também que os suspeitos convenciam as vítimas a deixarem seus telefones celulares junto com a senha, sob a promessa de que a empresa faria todo o procedimento burocrático. Em seguida os suspeitos apresentavam uma minuta contratual às vítimas, oportunidade em que as mesmas eram induzidas a assinar tais contratos sem sequer ler os mesmos. Até o momento, estima-se que os golpes tenham suplantado o valor de um milhão de reais em prejuízos às vítimas", informou a polícia.

As investigações seguem visando a identificação de demais envolvidos no esquema criminoso.