Futebol Nacional

Corinthians goleia Red Bull por 4x0 e está na semifinal do Paulistão

16/04/16 - 19h25 - Atualizado em 16/04/16 - 19h38

“Caiu em Itaquera, já era”. A frase usada pelos corintianos reflete muito bem o que vem acontecendo na temporada 2016. E a vítima na tarde desta quarta-feira foi o Red Bull Brasil. Em partida válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista, o Timão não tomou conhecimento da boa campanha realizada pelo adversário na fase de grupos e atropelou o Toro Loko na Arena Corinthians. A vitória por 4 a 0 coloca o time alvinegro como o primeiro classificado à semifinal.

Por ter feito melhor campanha na fase classificatória, o Corinthians teve a vantagem de decidir a partida diante de seus torcedores. Um empate levaria a decisão para os pênaltis e era justamente isso que o Red Bull Brasil mostrou querer nos minutos iniciais, mas a tática foi por água abaixo logo aos 16, quando Giovanni Augusto marcou de vôlei. A porteira abriu e André, Alan Mineiro e Lucca também deixaram suas marcas.

O adversário do Corinthians na semifinal do Paulistão será conhecido apenas na segunda-feira, quando Palmeiras e São Bernardo fazem a última partida das quartas de final.

IMBATÍVEL

A vitória sobre o Red Bull Brasil neste sábado manteve o Corinthians com 100% de aproveitamento atuando diante de seus torcedores. Foram 11 jogos e 11 vitórias nesta temporada.

SHOW DO TIMÃO

Apoiado pela torcida, o Corinthians começou a partida marcando o Red Bull Brasil no campo ofensivo e assustou logo aos seis minutos. André ajeitou de peito para Bruno Henrique, que chegou batendo rasteiro e viu a bola passar raspando a trave de Saulo. Depois da pressão inicial, o Toro Loko conseguiu, aos poucos, se soltar, mas mesmo assim não oferecia perigo ao goleiro Cássio.

O Timão abriu o placar aos 16 minutos com uma pintura de Giovanni Augusto. Uendel cobrou escanteio, a zaga do Red Bull não conseguiu afastar e o meia acertou um bonito voleio, mandando a bola no cantinho de Saulo. Em vantagem, o time alvinegro continuava ditando o ritmo da partida, valorizando a posse da bola.

Autor do golaço, Giovanni Augusto sentiu uma torção no tornozelo e foi substituído por Alan Mineiro. Aos 36 minutos, o Red Bull chegou ao empate através de Anderson Marques, mas o árbitro assinalou impedimento, de forma correta, do zagueiro. Três minutos depois, o Corinthians ampliou. Fagner recebeu grande passe de Elias e rolou para trás na saída de Saulo. Meio sem jeito e cercado por três marcadores, André apenas completou.

O Red Bull encontrava dificuldades para passar do meio-campo e o Timão por muito pouco não marcou o terceiro aos 44 minutos. Fagner recebeu nas costas da defesa e cruzou na saída de Saulo. André cabeceou no meio do gol e Diego Sacoman salvou em cima da linha. No último lance de perigo, Roger fez boa jogada individual e arriscou de longe. Cássio bateu roupa, mas Felipe apareceu para aliviar o perigo.

MAIS DOIS GOLS

O Corinthians voltou com o mesmo ímpeto no segundo tempo e quase marcou aos nove, quando Fagner recebeu dentro da área e finalizou rasteiro para defesa de Saulo. Três minutos depois, porém, não teve jeito. Drausio saiu jogando errado, foi desarmado por Alan Mineiro e o meia finalizou no cantinho. A bola tocou na trave antes de entrar.

Quase que o Toro Loko faz o gol de honra aos 16 minutos. Roger recebeu passe dentro da área e chutou cruzado. Cássio fez boa defesa. O Corinthians marcou o quarto, aos 23, em mais um golaço. Fagner roubou a bola no meio-campo, desceu em velocidade e tocou para Alan Mineiro, que deixou com Lucca. De primeira, o atacante mandou no ângulo de Saulo.

A partida caiu de produção depois do quarto gol corintiano e por muito pouco a torcida não comemora o quinto aos 40 minutos. Romero ficou com a sobra quase na pequena área, mas pegou muito embaixo e mandou por cima do travessão.