Saúde

Covid: após seis semanas de queda, Alagoas volta a registrar aumento de casos

Eberth Lins | 22/09/20 - 09h36 - Atualizado em 22/09/20 - 09h57
Foto: Márcio Ferreira / Agência Alagoas

Após um significativo período de queda no número de novos casos, o Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid registrou um aumento de 23% de novos casos em relação à semana anterior, o que corresponde a um incremento de 356 casos.

O dado é parte da avaliação da 38ª Semana Epidemiológica (SE) e foi divulgado na tarde dessa segunda-feira (21) pelos pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

De acordo com o Observatório, apesar do aumento acender o sinal de alerta, ainda não é possível interpretá-lo imediatamente como consequências das aglomerações que vem sendo observadas ao longo das últimas semanas, em particular, como as notadas no feriado da independência.

"Após seis semanas de queda no número de novos casos, Alagoas voltou a registrar um aumento de casos No entanto, o número de casos suspeitos, que há três semanas estava próximo de cinco mil, voltou ao patamar 'normal' de cerca de mil casos", explicou o coordenador do Observatório, o pesquisador Gabriel Bádue.

O aumento no número de novos casos observado ao longo da 38ª SE, segundo o Observatório, fez com que diversas regiões retrocedessem em relação ao controle na transmissão da doença.  De acordo com os critério de observação, somente a 2ª e 5ª regiões apresentaram sinais de controle. Entre as demais localidades, Maceió, Arapiraca, 8ª RS e 10ª  RS apresentaram redução de casos na última semana, mas devido a variações nas semanas anteriores não atingiram a condição de controle da transmissão. Já entre as regiões que apresentaram aumento no número de novos casos, as taxas mais expressivas foram observadas na 1ª e 9ª regiões, que registraram aumentos de 166% e 168%, respectivamente.


Alagoas no ranking nacional 

Conforme levantamento do Observatório,  no cenário nacional, mesmo com o incremento de casos observado ao longo da última semana, Alagoas se posicionou entre os estados com menor incidência de novos casos e óbitos ao final da 38ª SE, ficando na quarta posição em relação à incidência de novos casos (com 58 casos por 100 mil hab., atrás de SE, PE e RN) e na quinta colocação com relação aos óbitos, tendo registrado 1,26 morte para cada 100 mil habitantes (atrás de RR, RN, MA e AC).

"No entanto, apesar de ter ficado abaixo da média nacional quando considerado os últimos sete dias (101 novos casos e 2,53 óbitos para cada 100 mil habitantes), a incidência alagoana ainda é alta quando comparada com indicadores recomendados para o avanço das
medidas de distanciamento social", trouxe o documento.

Segundo o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Alagoas tem um total de 84.720 casos confirmados do novo coronavírus, 1.081 casos em investigação laboratorial e 2.024 óbitos por Covid-19.