Maceió

CPRM lança mensagem de agradecimento à equipe sobre atuação no caso Pinheiro

Redação TNH1 | 14/05/19 - 17h08 - Atualizado em 14/05/19 - 18h30
TNH1/Arquivo

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM), responsável pelo relatório que trouxe as tão esperadas respostas com relação à instabilidade do solo do bairro do Pinheiro e região, lançou uma nota de agradecimento à equipe que participou dos trabalhos.

O relatório foi apresentado no último dia 08, em audiência pública realizada no auditório da Justiça Federal, em Maceió. 

Na mensagem, a instituição destaca que o trabalho envolveu 53 pesquisadores e dezenas de colaborares e destaca o apio do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, Alexandre Vidigal. Veja a nota na íntegra:

Mensagem de agradecimento

Os trabalhos do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) para descobrir a origem da instabilidade do terreno no bairro Pinheiro e áreas adjacentes, em Maceió (AL), envolveram 53 pesquisadores e dezenas de colaboradores que deram suporte administrativo para o sucesso dessa ação emergencial. Este estudo nos aproximou ainda mais da população e nos trouxe reconhecimento por parte de autoridades.

Agradecemos imensamente a todos que trabalharam diuturnamente com dedicação, profissionalismo e espírito de equipe, reunindo a expertise da DHT, DGM, DIG e DAF.  O resultado entregue à sociedade foi fruto de um trabalho coletivo, imparcial e com total independência, que teve como único objetivo utilizar a ciência para desvendar um fenômeno geológico complexo, que atinge cerca de 30 mil pessoas.

Fizemos questão de que essa prestação de contas à sociedade fosse em Maceió, ao lado dos principais interessados na divulgação do relatório técnico, como por exemplo: moradores, órgãos do governo federal, estadual, municipal, Ministério Público e imprensa.

É importante também ressaltar o apoio incondicional que tivemos do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, Alexandre Vidigal, que confiaram na CPRM durante essa honrosa missão.

Nossa resposta foi à altura do desafio. Empregamos nosso conhecimento geocientífico aliado a tecnologias de ponta e concluímos o cronograma de trabalho dentro do prazo previsto, dando às autoridades informações precisas para a tomada de decisão.

A investigação geológica no bairro Pinheiro mobilizou nossa empresa devido à dimensão humana das consequências desse fenômeno.  Essa união fortaleceu nosso espírito de equipe e integrou diversas áreas. 

Ao completar 50 anos, tivemos a honra de mais uma vez colocar o nosso conhecimento a serviço do País. 

Diretoria Executiva